Versão inicial do primeiro livro de Harry Potter, de J.K. Rowling com erro de digitação, é vendida por mais de R$ 69 mil


Depois de ser achada em uma escola de ensino fundamental, uma prova do primeiro livro de Harry Potter, que custou quase nada, foi leiloada por £ 11.000 (R$ 68.855,94).

A prova original de Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro romance de JK Rowling, foi encontrada no ano passado na Escola Primária St Kenelm em Minster Lovell, Witney, Oxfordshire. 

A prova, que foi originalmente comprada por 40 centavos em 1997 e é uma das apenas 200 impressas pela Bloomsbury antes dos livros se tornarem populares, foi a leilão na Hansons Auctioneers na terça-feira (5 de setembro), mas o lance de £ 13.000 (R$ 81.900) ficou aquém do preço de reserva.

Os leiloeiros britânicos Hanson’s revelaram que a cópia da primeira edição foi vendida a um comprador privado do Reino Unido por um preço de £ 11.000 (R$ 69.300) e um total de £ 14.432 (R$ 90.922) incluindo um prêmio de venda. 

Jim Spencer, chefe de livros da casa de leilões, disse que a página interna do título da cópia continha erroneamente o nome da autora como “JA Rowling” em vez de JK Rowling. 

“Este livro merecia um bom desempenho. Esta cópia de prova é onde o fenômeno Harry Potter começou”, disse Spencer, acrescentando: “Esta é a primeira aparição impressa do primeiro romance de Potter”. 

Um livro de Harry Potter bem usado que custou só 30 centavos foi leiloado por £ 10.500 em julho de 2023, quando descobriram que era uma edição muito rara e antiga.

Um exemplar de Harry Potter e a Pedra Filosofal que pertencia a uma biblioteca de Wolverhampton foi comprado após ser descartado, e se descobriu que era um dos 500 impressos pela Bloomsbury em 1997 e um dos 300 distribuídos para bibliotecas no Reino Unido.

Harry Potter é uma das franquias mais rentáveis da história, com uma estimativa de ter gerado um total de US$ 25 bilhões.

Fonte: Independent

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem