E se Harry Potter não fosse o escolhido - Neville Longbottom e o Enigma do Príncipe

Neville Longbottom sempre se sentiu um fracasso na escola de magia e bruxaria de Hogwarts. Ele era tímido, desastrado e inseguro de suas habilidades mágicas. Ele não tinha amigos, exceto por Luna Lovegood, uma garota estranha que acreditava em criaturas fantásticas. Ele sofria bullying dos colegas, especialmente dos Comensais da Morte, um grupo de estudantes que seguiam o Lorde das Trevas, Voldemort.

Neville não sabia, mas ele tinha um destino especial. Ele era um dos dois garotos que poderiam ser o escolhido, aquele que teria o poder de derrotar Voldemort. A outra opção era Harry Potter, o menino que sobreviveu a um ataque de Voldemort quando era bebê, e que tinha uma cicatriz em forma de raio na testa.

A profecia que revelava o escolhido dizia:

"Aquele com o poder de derrotar o Lorde das Trevas se aproxima... nascido dos que o desafiaram três vezes, nascido ao terminar o sétimo mês... e o Lorde das Trevas o marcará como seu igual, mas ele terá um poder que o Lorde das Trevas desconhece... e um dos dois deverá morrer na mão do outro, pois nenhum poderá viver enquanto o outro sobreviver... aquele com o poder de derrotar o Lorde das Trevas nascerá quando o sétimo mês terminar..."

Tanto Neville quanto Harry nasceram no final de julho, de pais que desafiaram Voldemort três vezes. Mas foi Harry quem recebeu a marca de Voldemort, a cicatriz, quando o Lorde das Trevas tentou matá-lo e fracassou. Por isso, todos acreditavam que Harry era o escolhido.

Mas eles estavam errados.

No sexto ano em Hogwarts, Neville descobriu a verdade sobre seu passado. Seus pais, Frank e Alice Longbottom, eram aurores, bruxos que combatiam as forças das trevas. Eles foram torturados até a loucura pelos Comensais da Morte, que queriam saber a localização de Voldemort. Neville nunca os conheceu, pois eles foram internados no hospital St. Mungus para Doenças e Acidentes Mágicos. Neville foi criado pela sua avó, Augusta Longbottom, uma mulher severa e exigente.

Neville também descobriu que ele tinha uma conexão com Voldemort, assim como Harry. Quando Voldemort soube da profecia, ele enviou seus seguidores para matar os dois bebês que poderiam ser o escolhido. Os Comensais da Morte atacaram primeiro a casa dos Potter, mas foram impedidos por um sacrifício de amor da mãe de Harry, Lily Potter, que se colocou entre o filho e a maldição mortal de Voldemort. A maldição ricocheteou e atingiu Voldemort, que perdeu seus poderes e sua forma física. Harry ficou com a cicatriz e a fama de ser o menino que sobreviveu.

Os Comensais da Morte também atacaram a casa dos Longbottom, mas foram surpreendidos por um grupo de aurores que chegou a tempo de salvá-los. No entanto, um dos Comensais da Morte, Bellatrix Lestrange, conseguiu lançar uma maldição em Neville, que deixou uma marca invisível em seu pescoço. Essa marca era a prova de que Neville era o verdadeiro escolhido, pois era uma ligação entre ele e Voldemort, que permitia que Neville sentisse as emoções e os planos do Lorde das Trevas.

Neville nunca soube dessa marca, pois ela só se manifestava quando Voldemort estava por perto. Ele também nunca soube que era o escolhido, pois a profecia foi escondida pelo diretor de Hogwarts, Albus Dumbledore, que acreditava que Harry era a melhor esperança para derrotar Voldemort. Dumbledore treinou Harry para enfrentar o Lorde das Trevas, ensinando-lhe sobre as Horcruxes, objetos que continham pedaços da alma de Voldemort e que precisavam ser destruídos para torná-lo mortal.

Neville só descobriu seu destino quando Voldemort retornou ao poder, no final do sexto ano. O Lorde das Trevas invadiu Hogwarts, com a ajuda de alguns Comensais da Morte que se infiltraram na escola, e matou Dumbledore, que estava prestes a revelar a verdade a Harry. Voldemort então anunciou que ele sabia da profecia e que ele tinha escolhido o seu inimigo: Neville Longbottom.

Neville ficou chocado e aterrorizado com a revelação. Ele não se achava capaz de enfrentar Voldemort, muito menos de derrotá-lo. Ele se sentiu traído por Dumbledore, que o manteve no escuro sobre seu papel na guerra. Ele também se sentiu culpado por Harry, que perdeu seu mentor e sua chance de vingar seus pais.

Mas Neville também sentiu uma coragem que ele nunca tinha sentido antes. Ele se lembrou de seus pais, que lutaram contra Voldemort até o fim. Ele se lembrou de Luna, que sempre o apoiou e acreditou nele. Ele se lembrou de seus colegas, que estavam em perigo por causa dele. Ele se lembrou de si mesmo, que sempre sonhou em ser um herói.

Ele decidiu que não ia fugir. Ele decidiu que ia lutar.

Ele se juntou aos membros da Ordem da Fênix, uma organização secreta que combatia Voldemort, e aos estudantes da Armada de Dumbledore, um grupo de resistência que ele mesmo fundou com Harry, Ron Weasley e Hermione Granger. Eles se prepararam para a batalha final, que aconteceria em Hogwarts.

Neville enfrentou Voldemort no Salão Principal, cercado pelos corpos dos que caíram na luta. Ele usou sua varinha, que era a mesma que seu pai usava, e que tinha um núcleo de pelo de unicórnio. Ele também usou a espada de Godric Gryffindor, que ele encontrou na Sala Precisa, e que tinha o poder de destruir Horcruxes. Ele conseguiu destruir a última Horcrux de Voldemort, que era a cobra Nagini, com um golpe da espada.

Ele então duelou com Voldemort, que usava a Varinha das Varinhas, a mais poderosa de todas, que ele roubou do túmulo de Dumbledore. Neville sabia que ele não tinha chances contra Voldemort, mas ele não desistiu. Ele se lembrou da profecia, que dizia que um dos dois deveria morrer na mão do outro. Ele se lembrou de seu destino, que era ser o escolhido. Ele se lembrou de sua coragem, que era ser um Longbottom.

Ele lançou um feitiço contra Voldemort, que foi bloqueado pela Varinha das Varinhas. Mas, para a surpresa de todos, a varinha traiu Voldemort e se voltou contra ele. A varinha reconheceu Neville como seu verdadeiro dono, pois ele era o último a desarmar Dumbledore, quando ele tentou protegê-lo de Snape, o Comensal da Morte que o matou. A varinha lançou um feitiço de volta a Voldemort, que o atingiu no peito e o matou.

Neville Longbottom derrotou o Lorde das Trevas. Ele era o escolhido. Ele era o herói.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Os sites Ygor Freitas Hogwarts Brasil agora tem Canais no WhatsApp 

Acesse nossos canais de Notícias e Ofertas para ficar por dentro de todas as Novidades do Mundo Mágico de Harry Potter, Filmes e Séries. Receba também as melhores Promoções e Desconto da Amazon e Shopee

-> Canal de Notícias no WhatsApp 

-> Canal de Ofertas no WhatsApp