As melhores frases de Alvo Dumbledore para inspirar a sua vida

Alvo Dumbledore é um dos personagens mais queridos e admirados da literatura e do cinema. O bruxo mais poderoso de sua época, o líder da Ordem da Fênix e o mentor de Harry Potter nos ensinou muitas lições de sabedoria, coragem, amor e esperança ao longo da saga criada por J.K. Rowling.

Dumbledore sempre tinha uma frase certa para cada situação, seja para consolar, orientar, motivar ou desafiar seus alunos, amigos e aliados. Suas palavras eram capazes de influenciar e transformar as pessoas que as ouviam, e também os leitores e espectadores que as acompanhavam.

Vamos relembrar algumas das melhores frases de Alvo Dumbledore em Harry Potter, e como elas podem nos inspirar a viver melhor. 

"Não vale a pena viver sonhando e se esquecer de viver."

Essa frase foi dita por Dumbledore no primeiro livro e filme da série, Harry Potter e a Pedra Filosofal, quando ele encontrou Harry diante do Espelho de Ojesed, um objeto mágico que mostrava o desejo mais profundo do coração de quem o olhava. Harry via seus pais, que morreram quando ele era bebê, e ficava hipnotizado pelo espelho.

Dumbledore explicou a Harry que o espelho era perigoso, pois podia fazer as pessoas perderem a noção da realidade e se afastarem de suas vidas. Ele aconselhou Harry a não procurar mais o espelho, e a se concentrar no presente, não no passado.

Essa frase nos ensina que devemos ter cuidado com os nossos sonhos, pois eles podem nos iludir e nos impedir de aproveitar o que temos. Não há nada de errado em sonhar, mas é preciso também agir para realizar os nossos objetivos, e não ficar presos a fantasias que nunca se concretizam.

"São as nossas escolhas que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades."

Essa frase foi dita por Dumbledore no segundo livro e filme da série, Harry Potter e a Câmara Secreta, quando ele conversou com Harry após a derrota do basilisco e da memória de Tom Riddle, o jovem Voldemort. Harry estava preocupado, pois descobriu que tinha muitas semelhanças com o seu maior inimigo, como a capacidade de falar com cobras e a origem mestiça.

Dumbledore tranquilizou Harry, dizendo que ele e Voldemort eram muito diferentes, pois tinham feito escolhas opostas. Enquanto Voldemort escolheu o caminho do mal, da ambição e do ódio, Harry escolheu o caminho do bem, da amizade e do amor. Dumbledore afirmou que as escolhas que fazemos são mais importantes do que as qualidades que possuímos, pois elas definem quem somos e o que queremos ser.

Essa frase nos ensina que devemos ser responsáveis pelas nossas escolhas, pois elas têm consequências para nós e para os outros. Não podemos nos deixar levar pelas circunstâncias, pelas influências ou pelas aparências, mas sim pelos nossos valores, pelos nossos princípios e pelo nosso caráter.

"Não tenha pena dos mortos, Harry. Tenha pena dos vivos, e, acima de tudo, dos que vivem sem amor."

Essa frase foi dita por Dumbledore no sétimo livro e filme da série, Harry Potter e as Relíquias da Morte, quando ele se encontrou com Harry em uma espécie de limbo, após Harry se sacrificar para destruir uma parte da alma de Voldemort que estava dentro dele. Harry perguntou a Dumbledore se ele estava morto, e Dumbledore respondeu que isso dependia do ponto de vista.

Dumbledore disse a Harry que ele não precisava ter pena dos mortos, pois eles estavam em paz, e que ele podia voltar à vida se quisesse. Ele disse que Harry deveria ter pena dos vivos, especialmente dos que viviam sem amor, pois eles eram os mais infelizes e os mais vulneráveis ao mal. Ele disse que Harry tinha algo que Voldemort nunca teve: a capacidade de amar e ser amado.

Essa frase nos ensina que devemos valorizar a vida, e não temer a morte, pois ela é apenas uma transição, não um fim. Devemos também valorizar o amor, e não o desprezar, pois ele é a força mais poderosa e mais nobre que existe. O amor é o que nos dá sentido, nos dá esperança, nos dá força e nos dá felicidade.

"É preciso muita coragem para enfrentar nossos inimigos, mas muito mais para enfrentar nossos amigos."

Essa frase foi dita por Dumbledore no primeiro livro e filme da série, Harry Potter e a Pedra Filosofal, quando ele anunciou os pontos das casas de Hogwarts no final do ano letivo. Ele elogiou a coragem de Harry, Rony e Hermione, que enfrentaram diversos perigos para impedir que Voldemort roubasse a pedra filosofal, mas também reconheceu a coragem de Neville Longbottom, que tentou impedir que os seus amigos saíssem da sala comunal à noite, arriscando a sua amizade com eles.

Dumbledore disse que Neville mostrou uma coragem rara, pois é mais difícil se opor aos nossos amigos do que aos nossos inimigos, já que isso implica em um conflito de lealdade e de afeto. Ele disse que Neville merecia dez pontos para a Grifinória, o que fez com que a sua casa ganhasse a taça das casas, para a surpresa e a alegria de todos.

Essa frase nos ensina que devemos ter coragem para defender o que é certo, mesmo que isso signifique ir contra a opinião ou a vontade dos nossos amigos. Devemos também respeitar e admirar os nossos amigos que têm essa coragem, pois eles demonstram que se importam conosco e que querem o nosso bem.

"Para a mente bem estruturada, a morte é apenas a próxima grande aventura."

Essa frase foi dita por Dumbledore no primeiro livro e filme da série, Harry Potter e a Pedra Filosofal, quando ele explicou a Harry por que o professor Quirrell não conseguiu pegar a pedra filosofal, que estava escondida em um espelho mágico. Dumbledore disse que o espelho só revelava a pedra para quem quisesse encontrá-la, mas não usá-la, como era o caso de Harry, que só queria impedir que Voldemort a obtivesse.

Dumbledore disse que a pedra tinha sido destruída, e que os seus criadores, Nicolau Flamel e sua esposa, iriam morrer em breve, pois dependiam da pedra para prolongar as suas vidas. Harry ficou chocado, e perguntou se Dumbledore não se sentia mal por isso. Dumbledore disse que não, pois Flamel era seu amigo, e que ele e sua esposa estavam prontos para partir. Ele disse que para a mente bem estruturada, a morte é apenas a próxima grande aventura, e que eles tinham vivido o suficiente.

Essa frase nos ensina que devemos encarar a morte com serenidade, e não com medo, pois ela é parte da vida, e não o seu oposto. Devemos também respeitar a vontade e a decisão dos que escolhem morrer, pois eles podem ter motivos e razões que nós não compreendemos. Devemos ainda acreditar que a morte não é o fim, mas sim o começo de uma nova jornada, cheia de mistérios e de possibilidades.

Fonte: Imagens: Pensador

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Os sites Ygor Freitas Hogwarts Brasil agora tem Canais no WhatsApp 

Acesse nossos canais de Notícias e Ofertas para ficar por dentro de todas as Novidades do Mundo Mágico de Harry Potter, Filmes e Séries. Receba também as melhores Promoções e Desconto da Amazon e Shopee

-> Canal de Notícias no WhatsApp 

-> Canal de Ofertas no WhatsApp