Harry Potter: 7 ações impossíveis com magia

Este artigo fala sobre a magia do amor no universo de Harry Potter, explicando o que é, como funciona e quais são seus efeitos. A magia do amor é uma forma poderosa e rara de magia que se baseia na emoção do amor. Ela pode proteger, curar, ressuscitar e até criar vida, mas também pode ser usada para fins malignos, como manipular, enganar e destruir. 

Alguns exemplos de magia do amor na série são:

• O sacrifício de Lílian Potter, que salvou Harry da maldição da morte de Voldemort e o protegeu por anos.

• A pedra da ressurreição, um dos objetos mágicos mais antigos e perigosos, que pode trazer de volta os mortos, mas não da mesma forma que eram em vida.

• A poção do amor, uma substância que pode fazer alguém se apaixonar à força, mas que não cria um sentimento verdadeiro e pode ter consequências terríveis.

• A maldição que Gormlaith Gaunt lançou sobre Isolt Sayre e James Steward, que os colocou em um sono eterno, mas que foi quebrada pelo amor que eles sentiam por suas filhas.

O artigo conclui que a magia do amor é uma das formas mais importantes e misteriosas de magia no mundo de Harry Potter, e que ela pode ser tanto uma bênção quanto uma maldição, dependendo de como é usada. 




Embora o mundo mágico de Harry Potter pareça perfeito, onde tudo pode acontecer, há algumas coisas que são impossíveis de fazer, mesmo com a ajuda da magia. Há várias limitações na lei da magia, especialmente seguindo “As 5 Exceções à Lei da Transfiguração Elemental de Gamp”. Na maior parte das vezes, no universo de Harry Potter, a magia só pode ser usada para coisas que já existem.

Além disso, se o feitiço envolver emoções complexas de um ser humano, como amor e ódio, alguém pode fazer uma poção para isso com a ajuda da magia, mas os efeitos não são eternos. Existem também limitações físicas, pois bruxos e bruxas no mundo de Harry Potter ainda são seres humanos que seguem a lei da natureza.

Conjurando objetos do nada

Nem tudo pode ser feito por bruxos e bruxas 

Se um bruxo e uma bruxa quiserem criar um item muito poderoso, como a Varinha das Varinhas, é impossível apenas balançar e sacudir a varinha e lançar um feitiço. Assim como os trouxas, eles precisam obter os materiais, escolhendo os certos que se combinem bem para obter resultados igualmente excelentes e poderosos. 

Feitiços e outros meios de ajuda mágica são frequentemente usados, mas apenas para ajudar, não para criar tais objetos inteiramente do nada. Um mago pode lançar um feitiço “accio”, mas apenas se o objeto estiver dentro de um determinado raio e o referido item já existir antes do feitiço.

Criando dinheiro ou objetos materiais

Assim como os trouxas, é necessário trabalho duro
 
Os Weasleys são vistos com desprezo pela comunidade mágica, principalmente por famílias sem escrúpulos como os Malfoys. Ser um bruxo ou uma bruxa não significa que se possa viver sem trabalhar ou se cuidar. No mundo mágico, o dinheiro ainda tem valor e a riqueza é definida por bens materiais como ouro e propriedades.

Um exemplo de “dinheiro antigo” são os Malfoys, que acumulam riqueza há gerações. Eles se beneficiam de cargos ministeriais de prestígio há séculos, além de possuírem propriedades, que supostamente são tomadas de trouxas.

Conjurando comida do nada

É por isso que os elfos domésticos são procurados 

A comida é outra coisa que não pode surgir do nada. É preciso preparar os ingredientes e cozinhar como qualquer outro ser humano, embora no processo possam usar magia doméstica. Para uma família onde o dinheiro é escasso, como os Weasleys, Molly Weasley optou por cozinhar para a família, criando refeições saudáveis e fartas para todos.

Já as famílias mais ricas optaram por possuir elfos domésticos, como Monstro, da família Black, e Dobby, dos Malfoys. Uma pequena curiosidade: há mais de uma dezena de elfos domésticos trabalhando em Hogwarts, preparando refeições para os alunos. 

Voo Livre

Voar não é um negócio simples 

Os bruxos voam, mas com a ajuda de um cabo de vassoura, criaturas mágicas ou veículos encantados. É quase impossível voar sem ferramentas de apoio, pois é uma magia complexa no universo Harry Potter. Pode-se lançar “wingardium leviosa” - o feitiço da levitação - mas é apenas uma forma de levitar o objeto no ar, e não voar.

Não se preocupe, voar com vassouras, carros antigos ou motocicletas, Testrálios ou Hipogrifos também são preferíveis, pois acrescentam mais charme à pessoa. Porém, existe um bruxo conhecido que possui a habilidade única de voar sem suporte, e ele é Lord Voldemort. Como ele é capaz de dividir sua alma em sete Horcruxes, esse feito deve ser fácil para ele.

Ressuscitando Pessoas Mortas

Deixe os aprovados descansarem 

Ressuscitar pessoas mortas com magia existe no universo Harry Potter, porém, apenas até certo ponto. Pode-se ressuscitar os mortos usando necromancia, uma magia profundamente sombria que não é apenas horrível, mas também desumana. Isso ocorre porque a necromancia só funcionará para criar uma criatura semelhante a um zumbi, sem inteligência e qualidades humanas, chamada Inferi.

Mesmo a Pedra da Ressurreição, um dos objetos mais poderosos do universo Harry Potter, não pode ser usada para trazer os mortos ao seu estado humano anterior. É por isso que a série Harry Potter que todo mundo ama e gosta parece muito compreensível para seus fãs, pois trata de perda e luto.

Vida eterna

Nada dura para sempre 

Lord Voldemort almejava a imortalidade, mas fracassou apesar de seu poder e inteligência. A busca pela vida eterna é tão antiga quanto o tempo, até mesmo entre os trouxas. A vida é um ciclo que se renova em uma sequência infinita, ao menos por ora. Bruxos e bruxas vêm a este mundo, vivem suas vidas em crescimento e aprendizado, e partem deste mundo quando é a sua hora.

Existem formas de prolongar a vida, como a pedra filosofal de Nicholas Flamel ou os Horcruxes de Voldemort, mas elas têm um limite. No universo de Harry Potter, a imortalidade é um desafio à natureza, e nem mesmo os vampiros são eternos. A morte de Cedrico Diggory mostra como a vida de um bruxo pode se extinguir em um piscar de olhos.

Amor mágico

O amor é uma ladeira escorregadia 

O amor é algo maravilhoso, mas também perigoso, que mantém os bruxos e bruxas em alerta. Há muitos casos no universo Harry Potter em que a magia é usada para intervir nos negócios do amor e do romance, e como é fácil cair em sua perigosa armadilha. Não se pode fazer com que os outros se apaixonem por nós simplesmente lançando um feitiço, embora se possa usar uma poção do amor.

Porém, o uso de uma poção do amor é altamente perigoso e destrutivo, dada a sua natureza que manipula as emoções humanas. Tom Riddle nasceu de uma poção do amor, e o resultado foi um desastre. As emoções humanas, especialmente o amor, são muito complexas e não devem ser misturadas com forças não naturais.

Fonte: GameRant

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Os sites Ygor Freitas Hogwarts Brasil agora tem Canais no WhatsApp 

Acesse nossos canais de Notícias e Ofertas para ficar por dentro de todas as Novidades do Mundo Mágico de Harry Potter, Filmes e Séries. Receba também as melhores Promoções e Desconto da Amazon e Shopee

-> Canal de Notícias no WhatsApp 

-> Canal de Ofertas no WhatsApp