Cena de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban foi removida das versões em HD


Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban esconde um dos detalhes mais estranhos da franquia, cuja presença na tela permanece inexplicada até hoje conforme destaca o Adoro cinema.


Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban é o terceiro livro da série de fantasia criada por J.K. Rowling. Nesta história, Harry Potter, um jovem bruxo de treze anos, enfrenta novos perigos e mistérios em seu terceiro ano na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Ele descobre que Sirius Black, um perigoso assassino e suposto aliado do terrível Lord Voldemort, fugiu da prisão de Azkaban e está à sua procura. Harry também tem que lidar com os dementadores, criaturas sombrias que guardam Azkaban e que podem sugar a felicidade e a alma das pessoas. Além disso, ele aprende mais sobre o passado de seus pais e de seus amigos, e recebe um presente especial: um mapa que mostra todos os segredos de Hogwarts.

Com a ajuda de seus melhores amigos, Rony Weasley e Hermione Granger, Harry Potter tenta descobrir a verdade por trás da suposta traição de Sirius Black e proteger-se de seus inimigos. No entanto, ele se surpreende ao descobrir que nem tudo é o que parece, e que Sirius Black é na verdade seu padrinho e um amigo leal de seus pais. Harry também conhece o professor Remus Lupin, um lobisomem que foi amigo de seus pais e que lhe ensina a se defender dos dementadores. Juntos, eles enfrentam o traidor que realmente entregou os pais de Harry a Voldemort: Pedro Pettigrew, um antigo amigo que se transforma em rato e que se escondeu por anos como o animal de estimação de Rony.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban é um livro cheio de magia, aventura, emoção e crescimento pessoal. Ele mostra como Harry Potter amadurece e se torna mais forte diante dos desafios que enfrenta. Ele também explora temas como a amizade, a lealdade, a coragem, o perdão e o destino. É uma obra que encanta e fascina leitores de todas as idades.

Harry Potter contém inúmeros pequenos detalhes, mais ou menos bem escondidos que se encontram em seus oito filmes. 

Embora a maioria desses elementos sejam referências evidentes ou aparições furtivas de personagens da saga mágica, outros podem ser mais parecidos com conexões falsas ou erros não intencionais por parte dos cineastas. Outros ainda são completamente misteriosos e ninguém sabe realmente por que eles estão lá.

Esse é o caso do pequeno detalhe que nos interessa hoje, presente no início de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, a terceira parte da franquia. Ele aparece na sua tela por apenas um centésimo de segundo. Para vê-lo de relance, você terá que pausar exatamente aos 16 minutos e 54 segundos do filme.

Na cena em que o Sr. Weasley chama Harry de lado para lhe dizer que Sirius Black está procurando por ele, olhe atentamente para a parte inferior da tela, logo abaixo do canto inferior direito do cartaz de procurado. Você notará que o número 302 aparece muito discretamente (Imagem de capa da matéria) 

Essa é uma mensagem subliminar inserida pelas equipes de filmagem? E se for, o que significa? Ou é simplesmente um erro que os editores não perceberam na versão final do filme?

A última hipótese parece ser a mais lógica, já que o número desapareceu nas últimas versões em HD do filme.

Todos os filmes de Harry Potter estão disponíveis na HBO Max.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem