As memórias de Snape em Harry Potter tiveram uma reviravolta mais profunda que está adormecida há 16 anos


As memórias de Severus Snape em Harry Potter e as Relíquias da Morte continham muitas das maiores reviravoltas da série, mas algumas revelações mais sutis também foram incluídas. Embora o Mestre de Poções tenha sido um antagonista durante a maior parte de Harry Potter, as cenas após sua morte revelaram que ele já amou Lílian Potter e se dedicou a proteger o filho dela. Embora isso não o tenha redimido totalmente de seus erros passados, foi um momento de clareza e compreensão para Harry, algo que Severus Snape inicialmente não queria. 

Quando Severus Snape soube que Lilian estava morta, ele entendeu perfeitamente que a culpa era dele. Foi ele quem contou a Lord Voldemort sobre a profecia do Escolhido de Trelawney, que foi o que levou o vilão a procurar os Potter, para começar. Para fazer as pazes, ele concordou em ajudar Albus Dumbledore a manter Harry seguro – sob uma condição. Snape disse ao diretor de Hogwarts que Harry nunca saberia a verdade sobre seu passado com Lilian, ao que Dumbledore respondeu: "Eu nunca revelarei o melhor de você", e ele manteve sua palavra. No final, foi o próprio Snape quem revelou a verdade a Harry. 


As memórias de Snape provam que ele queria que Harry soubesse o melhor dele 

Pelo que Harry sabia ao longo de Harry Potter, Severus Snape sempre o odiou. Isto era sem dúvida verdade – Harry se parecia tanto com Tiago Potter que Snape lutou para separar seu ódio por um do outro. Ainda assim, seus verdadeiros sentimentos por Harry eram muito mais complicados. O Menino que Sobreviveu era um lembrete constante de tudo que Snape havia feito de errado em sua vida (e de tudo que ele continuava a fazer de errado). No entanto, Harry ainda era filho de Lilian. Embora a luta de Snape com esses sentimentos fosse seu segredo mais veementemente guardado, ele decidiu em seus momentos finais que queria que Harry soubesse sobre eles. 

As missões finais que Dumbledore atribuiu a Snape foram matá-lo quando chegasse a hora e contar a Harry a verdade sobre ser um “porco para abate” assim que Voldemort começasse a manter a cobra Nagini por perto. Isso significa que quando Harry se aproximou do professor enquanto ele estava morrendo, as únicas lembranças que ele precisava transmitir eram essas. Eles provariam que Snape estava do lado de Harry e diriam a Harry o que ele precisava fazer a seguir. Porém, naquele momento, sabendo que ele e Harry estavam prestes a morrer, Snape decidiu contar ao menino toda a verdade - o bom, o mau e o feio. 

O fato de Snape ter dado a Harry lembranças de sua infância com Lilian, suas conversas com Dumbledore sobre seu ódio inadvertido por Harry e sua determinação de não deixar o Menino-Que-Sobreviveu saber a verdade indica que o homem havia decidido momentos antes de sua morte que ele queria que Harry entendesse quem ele tinha sido. É comovente considerar isso. Como agente duplo, Snape já sabia há muito tempo que seus esforços não seriam apreciados e que ele seria lembrado como um vilão (ele pode até ter pensado que merecia tal legado). No entanto, seu desejo muito humano de que o filho de Lilian conhecesse o melhor dele mudou a história do personagem de Harry Potter no último minuto. 

Por que Snape não queria que Harry soubesse a verdade sobre Lilian 

Apesar da natureza comovente da mudança final de opinião de Snape, é frustrante lembrar que ele poderia ter contado a Harry desde o início. Teria sido muito valioso para o órfão conhecer alguém que cresceu ao lado de sua mãe. Ele poderia ter ouvido histórias sobre Lilian, sobre sua habilidade em poções ou seu bom coração. Harry poderia até ter descoberto a verdade sobre o motivo da morte dela e ter algum tempo para processar e perdoar Snape por sua participação nisso. No entanto, Severus Snape estava cheio de defeitos, sendo os mais proeminentes o ciúme, o orgulho e o egoísmo. 

Quando Snape fez Dumbledore prometer nunca revelar a verdade no livro Harry Potter e as Relíquias da Morte, ele disse especificamente que não suportava que ninguém, “especialmente o filho de Potter”, visse esse lado mais gentil dele. A triste verdade é que exatamente esse pensamento é o motivo pelo qual Snape seguiu o caminho das trevas. Ele não suportava que Tiago Potter ou qualquer um de seus outros agressores visse que ele era fraco. Lilian o alertou contra isso, mas ele não quis ouvir. No final das contas, foi necessária sua própria morte para que Severus Snape percebesse que seu amor por Lilian nunca foi uma fraqueza. 

O que poderia ter acontecido se Voldemort não tivesse matado Snape 

Voldemort matar Snape antes que ele tivesse a chance de falar com Harry nunca foi o plano. Especialmente no livro Relíquias da Morte, fica claro que o agente duplo estava desesperado para chegar ao castelo e encontrar Harry. No final das contas, foi apenas sorte (ou talvez destino) que Harry estivesse lá quando Voldemort assassinou Snape, o que permitiu ao homem a oportunidade não apenas de entregar sua mensagem de Dumbledore, mas também de revelar a verdade sobre Lílian e sua complexa moralidade. Ainda assim, isso levanta a questão – como as coisas teriam acontecido se Snape tivesse tido a oportunidade de encontrar e conversar com Harry como ele havia planejado inicialmente? 

Sem a clareza da morte, é difícil imaginar Snape sendo capaz de engolir seu orgulho e contar a Harry toda a verdade. Ao interagir com o garoto, Snape sempre esteve preso atrás de uma máscara sarcástica, e é improvável que isso tivesse mudado só porque ele estava terminando sua missão. O professor pode ter enchido um frasco com memórias contendo apenas as informações essenciais e passado para Harry, sabendo que o menino não resistiria em olhar para elas. Claro, é comovente imaginar esses dois tendo uma conversa franca. No entanto, isso não fazia parte do caráter de Snape até que ele não tivesse nada a perder. 

Compre o Novo Echo Dot 5ª geração | O Echo Dot com o melhor som já lançado por apenas R$ 249,00 - Pague com cartão Mastercard e use o cupom: MASTER50. Amazon -> https://amzn.to/3LY0x3o

A mudança de opinião de Snape nas Relíquias da Morte foi sua redenção final 

Desde a conclusão da série Harry Potter, a redenção de Snape tem sido um tema de debate. O personagem se comportou tão mal durante os anos de Harry em Hogwarts que é difícil perdoá-lo só porque ele já amou Lílian. Além disso, seu comportamento ciumento em relação ao seu melhor amigo de infância parece perturbador para alguns, levantando questões sobre se ele teria se importado se Tiago e Harry morressem enquanto Lilian sobrevivesse. Em última análise, este é o ponto principal do arco do personagem de Snape em Harry Potter - ele nunca foi totalmente bom ou mau. 

A parte importante do final de Snape é que, antes de morrer, ele decidiu revelar as melhores partes de si mesmo. Isso não eliminou a escuridão que existia tão naturalmente dentro dele. Isso apenas adicionou outra camada de complexidade ao personagem de Snape e reforçou ainda mais os temas de Harry Potter de que as pessoas não são inerentemente boas ou más - sua moralidade se resume a quem elas escolhem ser em um determinado momento. Snape pode nem sempre ter feito as escolhas certas, mas Harry decidiu se lembrar do homem pelos momentos de bem que Lílian inspirou nele. 



Fonte: ScreenRant

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Os sites Ygor Freitas Hogwarts Brasil agora tem Canais no WhatsApp 

Acesse nossos canais de Notícias e Ofertas para ficar por dentro de todas as Novidades do Mundo Mágico de Harry Potter, Filmes e Séries. Receba também as melhores Promoções e Desconto da Amazon e Shopee

-> Canal de Notícias no WhatsApp 

-> Canal de Ofertas no WhatsApp