Harry Potter: Feitiço do Laço de Sangue, Explicado

 

Explicamos o feitiço do laço de sangue em Harry Potter
Cena de Harry Potter e a Pedra Filosofal - Foto: Reprodução/GameRant

Harry Potter passou os primeiros dez anos de sua vida com a irmã de sua falecida mãe, tia Petúnia. Como visto no primeiro filme de Harry Potter, Petunia morava com seu marido, Valter Dursley, e seu filho, Duda, no Privet Drive, 4. Harry sofreu maus-tratos nas mãos dos Dursleys e foi uma adição indesejável à família deles. Ele recebeu o armário embaixo da escada para um quarto e constantemente de castigo por motivos mesquinhos. Antes da visita de Hagrid, Harry foi mantido no escuro sobre seu legado mágico. Sua tia e seu tio eram indelicados e Duda o importunava. A irmã de Valter, Marge, sugeriu que Harry deveria ter sido deixado em um orfanato, mas ele afirmou que acolheu o sobrinho puramente por bondade de coração. 

Conforme descrito nos filmes de Harry Potter, Petunia e Valter desprezaram Harry e ainda permitiram que ele cuidasse da casa. Enquanto os Duda eram trouxas, Harry era um bruxo vivendo entre eles. Ele não sabia as circunstâncias da morte de seus pais; disseram-lhe que eles morreram em um acidente de carro e continuou acreditando nisso até seu décimo primeiro aniversário. Petunia e Valter pretendiam eliminar a magia de Harry, mantendo-o inconsciente de Hogwarts e do fato de que seus pais foram martirizados na Primeira Guerra Bruxa. Eventualmente, chegou um momento em que Harry Potter descobriu quem ele era, sobre o sacrifício de Lilian e por que ele tinha que voltar para "casa" uma vez por ano para ficar com sua tia, quando muitas famílias bruxas o teriam criado com prazer. 

Dê uma olhada em Camiseta Clube Comix - Corvinal Harry Potter Hogwarts por R$36,90. Compre na Shopee agora!

Harry Potter: Proteção de sacrifício de Lilian Potter
Lilian Potter com o bebê Harry Potter 

Proteção de sacrifício de Lilian Potter 

No final de Harry Potter e a Pedra Filosofal, Alvo Dumbledore visita Harry na Ala Hospitalar e avisa que o professor Quirino Quirrell não está com a Pedra e que ela foi destruída. O mago dos onze anos começa a perguntar certas coisas a seu professor, começando com: "Voldemort disse que só matou minha mãe porque ela tentou impedi-lo de me matar. Mas por que ele me mataria em primeiro lugar?" Enquanto Dumbledore vigia isso, ele responde à pergunta sobre por que Quirrell não podia tocar em Harry: 

"Sua mãe morreu para salvá-lo. Se há uma coisa que Voldemort não consegue entender, é o amor. Ele não percebeu que o amor tão poderoso quanto o de sua mãe por você deixa sua própria marca. Nenhuma cicatriz, nenhum sinal visível… ter sido amado tão profundamente, mesmo que a pessoa que nos amou tenha partido, nos dará alguma proteção para sempre. Está na sua própria pele. Quirinus Quirrell, cheio de ódio, ganância e ambição, compartilhando sua alma com Voldemort, não poderia tocá-lo por esse motivo. Era uma agonia tocar uma pessoa marcada por algo tão bom." 

Conforme explicado em Harry Potter, Lilian  conscientemente, voluntariamente e por amor profundo e puro se sacrificou para salvar a vida de seu filho. Ao fazê-lo, ela formou uma antiga proteção mágica, ou seja, a Proteção Sacrificial que alguns consideram como "a proteção final". É precisamente por isso que a Maldição da Morte de Voldemort saiu pela culatra, e Harry se tornou "O Menino que Sobreviveu".

No quinto livro de Harry Potter - A Ordem da Fênix, Dumbledore entra em detalhes sobre os efeitos da Proteção Sacrificial. No capítulo 37 de Harry Potter e a Ordem da Fênix "A Profecia Perdida", Dumbledore explica por que tomou certas decisões sobre a vida de Harry. Ele começa explicando que, quinze anos atrás, quando viu a cicatriz na testa de Harry, imaginou que poderia ser o sinal de uma conexão forjada entre a criança e Lord Voldemort. Dumbledore também menciona por que pediu a Snape para ensinar Oclumência a Harry quando ele poderia ter feito isso sozinho. "Eu tinha certeza de que se ele percebesse que nosso relacionamento era - ou já foi - mais próximo do que o de diretor e aluno, ele aproveitaria a chance de usá-lo como um meio de me espionar", explica ele. Dumbledore finalmente se abre para Harry sobre por que ele escolheu deixá-lo na porta de sua tia. 

Dê uma olhada em Camisa Harry Potter Relíquias Da Morte Camiseta Lançamento 100% Algodão por R$32,99. Compre na Shopee agora!

Harry Potter: Dumbledore condenou Harry ao feitiço de Petúnia e Laço de Sangue
Harry com os Dursleys em cena de Harry Potter e a Pedra Filosofal 

Dumbledore condenou Harry ao feitiço de Petúnia e Laço de Sangue 

Em Harry Potter e a Ordem da Fênix, "A Profecia Perdida", Dumbledore admite que sabia que deixar Harry na casa de Petúnia era equivalente a condená-lo a uma infância miserável. Dumbledore explica que depois do ataque em Godric's Hollow, ele sabia que Voldemort não tinha ido embora para sempre e voltaria para matar Harry. Essa dura verdade foi agravada pela percepção de Dumbledore de que todos os seus feitiços e feitiços de proteção falhariam se Voldemort voltasse ao poder total. "Mas eu também sabia onde Voldemort era fraco. E então tomei minha decisão. Você estaria protegido por uma magia antiga que ele conhece, que ele despreza e que sempre subestimou - à sua custa. Estou falando, claro, do fato de que sua mãe morreu para salvá-lo." ele diz. 

Isso levanta a questão do sacrifício de Lilian Potter e como isso deu a Harry uma proteção duradoura. Além disso, Dumbledore explica que essa proteção corre nas veias de Harry, e foi a razão pela qual ele escolheu entregar a criança ao único parente remanescente de Lilian no lugar de uma das muitas famílias bruxas. Ao concordar em acolher Harry, Petúnia selou o feitiço que Dumbledore colocou sobre a criança. "O sacrifício de sua mãe fez do vínculo de sangue o escudo mais forte que eu poderia lhe dar", revela Dumbledore em Harry Potter e a Ordem da Fênix. 

Dumbledore explica que a casa dos Dursley era um lugar miserável, mas um refúgio para Harry, no entanto. Voldemort não podia tocá-lo na casa de Petunia porque o sangue de Lilian morava lá. "Ele [Voldemort] derramou o sangue dela, mas vive em você e na irmã dela", revela o bruxo mais poderoso. O sangue de Petúnia tornou-se o refúgio de Harry desde aquele dia até ele atingir a maioridade no Mundo Mágico, ou seja, dezessete anos. É exatamente por isso que Harry precisava voltar a Rua dos Alfeneiros, 4, pelo menos uma vez por ano. "...mas contanto que você ainda chame de lar, lá ele não pode te machucar", explica Dumbledore no quinto livro de Harry Potter. Em outras palavras, Alvo Dumbledore colocou o feitiço em Harry em 1981 depois que Lilian se recusou a se afastar e se sacrificou, abrindo caminho para a Proteção Sacrificial e permitindo que o feitiço Laço de Sangue fosse lançado. Ao permitir que Harry, parente de sangue de Lílian, Petúnia selasse o feitiço. Simplificando, Harry teve que voltar para a casa da tia Petúnia porque sua vida dependia disso. 

• Dê uma olhada em Camiseta Patrono Harry Potter por R$50,00. Compre na Shopee agora!

Fonte: GameRant

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Os sites Ygor Freitas Hogwarts Brasil agora tem Canais no WhatsApp 

Acesse nossos canais de Notícias e Ofertas para ficar por dentro de todas as Novidades do Mundo Mágico de Harry Potter, Filmes e Séries. Receba também as melhores Promoções e Desconto da Amazon e Shopee

-> Canal de Notícias no WhatsApp 

-> Canal de Ofertas no WhatsApp