Bruxos não usam tecnologias – Os vilões em Harry Potter nunca poderiam usar iPhone e nenhum produto Apple, entenda


Os bruxos e suas atividades no universo de Harry Potter parecem estar parados no tempo, pois não usam tecnologia no mundo mágico.

Você já percebeu que Hogwarts está rodeada de criaturas fantásticas mágicas, objetos mágicos e animais, mas a tecnologia não funciona? 

Em 1997, JK Rowling compartilhou seu Mundo Mágico com leitores de todas as idades no romance Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro do que se tornaria uma série de sete livros contando a história do “menino que sobreviveu” e o bruxo mais sombrio de Todos: Lorde Voldemort.

O Mundo Mágico tem sido um lugar fascinante para os fãs, pois é muito diferente do mundo humano e não apenas porque é um lugar seguro para usar magia, mas porque aqueles que o habitam não usam nenhum dispositivo de tecnologia e, nesse sentido, parecem ficar preso no passado.

Durante anos, os fãs se perguntaram sobre esse detalhe no universo de Harry Potter, onde os alunos de Hogwarts eram vistos escrevendo com penas, consultando livros para o dever de casa, enviando corujas com suas mensagens e muito mais, e eles criaram diferentes explicações possíveis para isso.

JK Rowling respondeu essa questão através do site oficial do mundo mágico, o Pottermore. 

Através do site oficial do Wizarding World (antigo Pottermore), Rowling explicou no parágrafo de abertura que quando você pode invocar qualquer objeto com apenas uma palavra, se comunique através de fogo, corujas, e muito mais, e seu jornal tem imagens em movimento, coisas trouxas como a internet “não parece ser um lugar particularmente excitante”. Outra razão para a falta de tecnologia no Mundo Mágico é devido a razões culturais: de acordo com Rowling, a comunidade mágica se orgulha de não precisar da maioria dos dispositivos trouxas. 

Os Vilões em Harry Potter nunca poderiam usar um iPhone ou qualquer dispositivo Apple 

Mesmo que os bruxos do mundo mágico tivessem a acesso a tecnologia, como: Celulares, Tablets e Computadores, os vilões estariam limitados ao Android, entenda. 

Não é de hoje que marcas famosas do ramo de tecnologia permitem que seus aparelhos e nomes apareçam em produções famosas do cinema. A prática é bem comum e explorada por diversas empresas ao redor do mundo, inclusive a Apple. 

Quando um acordo desses é firmado, a empresa permite que um ou mais personagens utilizem seus aparelhos – geralmente alguém de destaque. A prática vale tanto para vilões quanto para mocinhos, mas ao menos no caso da Maçã há alguns pontos bem peculiares e que precisam ser obedecidos.

Aqui está uma pergunta fácil e rápida: você consegue lembrar de algum mocinho utilizando um iPhone, iPad ou Mac? Sua resposta rapidamente foi sim. E se a pergunta fosse sobre um vilão? Já reparou em algum personagem mau com um dos aparelhos da Apple nas mãos? No caso da segunda pergunta a resposta é não, e há um motivo para isso. 

A Apple é bem rígida quando às políticas de uso de seus aparelhos em produtos de entretenimento. E o motivo é bem simples: apenas mocinhos podem aparecer usando os itens fabricados pela Apple

Como exemplo podemos citar a série Succession da HBO Max. Enquanto os irmãos Kendall, Roman e Shiv apareciam usando um iPhone, Tom era visto em cena com um aparelho Android. Dessa forma, não demorou muito para teorizarem que Tom era o vilão. 

Em 2020, Rian Johnson, diretor de Star Wars: O Último Jedi e Looper, já havia mencionado em entrevista à Vanity Fair que a Apple não permite que seus aparelhos apareçam nas mãos de vilões para que eles não sejam associados a algo negativo.

"A Apple permite que você use iPhones em filmes, mas isso é muito importante se você estiver assistindo a um filme de mistério: os vilões não podem usar iPhones em frente às câmeras", explicou Johson em um vídeo publicado pela Vanity Fair em seu canal no YouTube. 

Essa prática é conhecida como product placement, e se enquadra como um dos vários modelos de tipo de marketing. Porém, a regra não se aplica em um local específico: as produções da Apple TV+

Sem grandes mistérios, esse é o único serviço em que todos os personagens vão aparecer na tela com iPhone e vários outros produtos da Maçã. Aliás, nessas produções os aparelhos chegam a aparecer numa proporção próxima a dos personagens principais, segundo um levantamento feito pelo Wall Street Journal. 

A Apple também sempre exige que, para usar um de seus aparelhos em uma produção de entretenimento, é preciso se atentar a detalhes como ter a melhor iluminação e utilizar situações que mostrem os produtos de maneira favorável a empresa.

Para finalizar, caso a tecnologia estivesse presente em Harry Potter, certamente veríamos bruxos como: Alvo Dumbledore, Minerva McGonagall, Harry Potter, Rony Weasley, Hermione Granger e vários outros personagens do bem utilizando aparelhos Apple. Enquanto bruxos das Trevas como: Lord Voldemort, Severo Snape, Belatrix Lestrange e outros jamais poderiam por as mãos em um iPhone, iPad ou Mac.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem