O Patrono de Snape em Harry Potter tinha um significado mais profundo do que você pensa


O Patrono de Severo Snape em Harry Potter revelou que ele estava apaixonado por Lilian Potter e foi quem ajudou Harry a encontrar a Espada de Gryffindor, mas seu significado foi muito mais profundo do que isso. O momento em que o professor mostrou a Alvo Dumbledore a forma de seu guardião espectral está entre as cenas mais icônicas da série Harry Potter, especialmente emparelhado com a entrega emocional do ator Alan Rickman da linha simples (Always) "sempre". No entanto, o contexto dos livros revela como essa cena continha várias camadas de simbolismo e impactou fortemente a história de Harry, conforme lista o site ScreenRant.

Harry aprendeu sobre os Patronos pela primeira vez em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, mas os filmes simplificaram a explicação de como esse feitiço funcionava. Apenas bruxos verdadeiramente talentosos poderiam produzir um Patrono totalmente corpóreo - a maioria só poderia emitir uma névoa prateada de suas varinhas. Além disso, um bruxo não poderia escolher a forma que seu Patrono assumiria, mas o animal sempre teria laços profundos com a alma daquele bruxo. Isso significava que um Patrono poderia mudar conforme o estado emocional de uma pessoa mudasse – um detalhe essencial que os filmes de Harry Potter deixaram de fora. 

O Patrono de Snape era a prova definitiva de que ele estava do lado de Dumbledore 

O fato de que o Patrono de uma pessoa pode mudar é importante para a história de Severo Snape e é precisamente por isso que o impacto emocional da revelação da corça em Harry Potter e as Relíquias da Morte foi ensinado nos filmes. Mesmo o bruxo mais poderoso não pode controlar a forma que seu Patrono assumiria, e os guardiões prateados são, por natureza, dispositivos anti-escuridão. É por isso que Dumbledore fez com que os membros da Ordem da Fênix usassem seus Patronos para se comunicar - eles sempre sabiam exatamente de quem vinham suas mensagens e que não haviam sido adulterados por Comensais da Morte. 

Portanto, quando Snape lançou seu Patrono depois que Dumbledore questionou por que ele se importava com o fato de Harry ter que sacrificar sua vida para impedir Voldemort, foi uma maneira definitiva de provar que ele estava inteiramente do lado do bem. Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Dumbledore explicou a Harry que seus entes queridos mortos nunca o deixaram e que quando ele lançou seu Patrono cervo, era, de certa forma, seu pai aparecendo para protegê-lo. Se essa mesma lógica for aplicada a Snape, a mudança de seu Patrono para a mesma forma que Lilian costumava ter era a prova de que ela ainda estava com ele - e isso só poderia ser verdade se ele estivesse genuinamente determinado a proteger seu filho. 

A forma do patrono de Snape provou que ele aceitou as escolhas de Lílian 

O Patrono de Snape era uma corça, igual ao de Lílian Potter. No entanto, nunca fica claro se esse sempre foi o caso ou se seu guardião prateado mudou quando ela se apaixonou. Dado que em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, foi revelado que o Patrono de Tonks se transformou em lobo quando ela se apaixonou por Remo Lupin, é uma suposição razoavelmente segura de que algo semelhante aconteceu com Lilian. Já que a forma de Patrono e Animago de Tiago era um veado, a de Lilian se tornou uma corça para complementá-la - muito romântica. 

Claro, é irônico que o Patrono de Snape também assumisse a forma que complementava a de seu inimigo mais antigo. A série Harry Potter deixa claro que o Mestre de Poções desprezava Tiago Potter tanto que ele nunca conseguiu tratar Harry com bondade. No entanto, o fato de seu Patrono se transformar em uma corça indica algum nível de aceitação. Não está claro quando essa mudança aconteceu, mas como Dumbledore foi surpreendido pela corça, isso pode significar que foi apenas recentemente. 

Snape nunca superou seu ódio por Tiago, mas se seu Patrono mudou para a forma que Lilian assumiu apenas quando ela se apaixonou, isso significaria que ele passou a aceitar as escolhas que ela fez. A essa altura, ele sabia que estava errado ao escolher a magia das trevas em vez de seu amor por ela, e Snape lamentou o papel que seu pior erro desempenhou na morte dela até o dia em que ele próprio foi morto. Seu ódio por Tiago ainda estava lá, mas sua corça Patronus estava dizendo a Lilian, "Aceito que você não me escolheu, e vou proteger seu filho de qualquer maneira." 

Os patronos de Snape, Lilian e Tiago espelham seus papéis na vida de Harry 

O fato de Tiago, Lilian e Snape terem variações do mesmo Patrono não era coincidência. Os patronos são guardiões e protetores, e é exatamente esse o papel que cada um desses personagens desempenhou na vida de Harry. Então, o próprio Patrono de Harry assumiu esta forma. Por ter sido protegido por esses três, ele poderia proteger o resto do mundo mágico. 

Isso se torna ainda mais impactante ao lembrar, para o bem ou para o mal, Voldemort nunca teria sido derrotado se não fosse por Tiago, Lilian e Snape. Embora ninguém pudesse saber, a queda do Lorde das Trevas começou no dia em que Snape e Lilian se conheceram quando eram crianças e deram vários passos à frente quando a dupla conheceu Tiago Potter no Expresso de Hogwarts. O ódio de Snape por Tiago o levou a se tornar um Comensal da Morte, mas seu amor por Lilian o trouxe de volta. Então, os sacrifícios de todos os três permitiram que Harry derrotasse Lord Voldemort em Harry Potter - e seus Patronos refletiam isso perfeitamente. 

O que é um Patrono ? 

Um Patrono está intrinsecamente conectado com a personalidade da bruxa ou bruxo, embora nem sempre tome a forma do animal que ele ou ela estivesse esperando. Por exemplo: é bastante incomum que a forma seja o animal favorito de quem o conjurou. É muito mais provável que o Patrono tenha a forma de uma criatura que eles nunca tenham visto ou ouvido falar antes sobre. 

Mas o que eles significam? Tudo se resume na base da interpretação. Felizmente, nós, Trouxas; temos praticado simbolismo animal por séculos e muitos dos Patronos lançados pelos personagens de Harry Potter, têm sido criaturas significativas no mito, folclore, religião e na literatura. (Via Pottermore)

O Feitiço do Patrono 

O Feitiço do Patrono (Expecto Patronum) é o mais famoso e um dos encantos defensivos mais poderosas conhecidos. É um imensamente complicado e extremamente difícil feitiço que evoca uma força de energia positiva parcialmente tangível conhecido como um Patrono (pl. Patronos) ou guardião espírito. É a proteção primária contra dementadores... Ele é um do feitiços mais medonhos, por exemplo no filme O Prisioneiro De Azkaban Rony Weasley pensou em uma coisa ruim e em outra engraçada, ele pensou em uma aranha, depois pensou em patins e a aranha apareceu usando patins e isso se tornou engraçado, então para consegui fazer o patronum é preciso lembrar de uma memória bem feliz, O Mr Harry Potter, pensou em sua familia, e ele conseguiu fazer o feitiço, pq essa era uma memória das melhores memórias de Harry, e a com mais felicidade suficiente para conjurar o Patronum. (Via Wiki Fandom) 

Curiosidade: A grande maioria dos bruxos e bruxas são incapazes de produzir qualquer forma de Patrono, e para criar mesmo um intangível é geralmente considerado uma marca da habilidade mágica superior.

Você sabe qual o seu Patrono? Descubra aqui -> Teste qual seu Patrono (Oficial Wizarding World)

Fonte: ScreenRant

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem