John Cleese de Harry Potter sai mais uma vez em defesa de JK Rowling

A estrela de 'Monty Python', John Cleese, defendeu a autora de Harry Potter, JK Rowling, enquanto chama a atenção para o duplo padrão "extremamente óbvio" entre os proponentes transgêneros, de acordo com o apresentador do Sky News, Paul Murray.


John Marwood Cleese é um ator, comediante, escritor e produtor britânico, ele é conhecido por ter interpretado Nick Quase Sem Cabeça nos filmes de Harry Potter da escritora britânica JK Rowling. 

Sir Nicholas (ou Nicolas) de Mimsy-Porpington, conhecido após sua morte como Nick Quase-Sem-Cabeça, (m. 31 de outubro de 1492) foi um bruxo que frequentou a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e foi selecionado para a Casa Grifinória. Ele era um bruxo da corte real quando adulto. Foi executado com uma decapitação mal feita após um acidente mágico em que ele tentou endireitar os dentes da Senhorita Grieve mas em vez disso fez com que ela ficasse com presas. Desde então, ele é o fantasma residente da Torre da Grifinória no Castelo de Hogwarts.

John Cleese usou suas redes sociais em específico o Twitter para defender a autora de Harry Potter, após JK Rowling compartilhar sua opinião no twitter o ator respondeu. 

"Por expressar minhas preocupações sobre o cuidado de afirmação de gênero para menores, fui chamada de fanática transfóbica. Se é isso que me faz falar contra a medicalização da homossexualidade, que assim seja. '@benappel, sobre a nova homofobia.'" disse JK Rowling via twitter. 

John Cleese respondeu ao Tweet de JK Rowling em sua defesa: 

“Eu fiz essa pergunta antes… Se eu não concordo com os argumentos sobre transgênero, isso aparentemente me faz transfóbico. Então… se alguém não concorda com algumas das minhas opiniões, isso torna eles Cleesefóbico? Ou o ódio flui só em uma direção.” disse John Cleese em seu twitter. 

Essa não é a primeira vez que John Cleese sai em defesa de JK Rowling 

Em Novembro de 2020, o ator de Nick Quase Sem Cabeça já defendeu a autora de Harry Potter. 

Na época John Cleese usou as redes sociais para defender a autora e explicar que “não tem tanto interesse em pessoas trans”. As informações são do site Consequence of Sound. 

Quando questionado sobre o motivo do ator não “deixar as pessoas serem quem elas querem ser”, Cleese respondeu: “No fundo, eu quero ser uma policial cambojana. Isso é permitido ou estou sendo irreal?”. 

Depois outro usuário pediu para o astro explicar a opinião dele a partir do posicionamento de JK Rowling: 

"Receio não estar tão interessado em pessoas trans. Só espero que eles estejam felizes e que as pessoas os tratem bem. No momento, estou mais focado nas ameaças à democracia na América, na corrupção desenfreada no Reino Unido, na terrível imprensa britânica, nas revelações sobre a brutalidade policial". 

Veja também:



Contém informações do Rolling StoneNews.com, Consequence of Sound e Twitter

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem