Miriam Margolyes de Harry Potter sai em defesa e se mostra indignada com comentários após morte de Barry Humphries


Barry Humphries, criador da personagem Dame Edna, morre aos 89 anos. Nascido em Melbourne, comediante deu vida a outros personagens icônicos, como o diplomata bêbado Les Patterson e o divagador Sandy Stone.

O criador de Dame Edna, Barry Humphries, foi criticado por seus comentários sobre pessoas trans anos antes de sua morte.

Durante uma entrevista de 2016 para o The Telegraph, Humphries compartilhou seu acordo com a escritora Germaine Greer, que descreveu as mulheres trans como "homens que acreditam que são mulheres e se castraram".

Concordo com Germaine! Você é um homem mutilado, só isso. Automutilação, o que é tudo isso?" ele disse.

Em 2019, Humphries afirmou que suas declarações foram "grotescamente interpretadas", mas não compartilhou mais de suas opiniões. 

Após sua morte e as discussões revividas em torno de sua remoção do Festival de Comédia de Melbourne, a atriz de Harry Potter e amiga de Humphries, Miriam Margolyes, se pronunciou em sua defesa.

Eu não acho que ele foi tratado adequadamente, especialmente pelo Festival [International Comedy] de Melbourne, que o cancelou bem tarde na vida. Como eles ousam”, disse ela em entrevista à ABC News  

"Estou indignada com isso e quero falar agora para apoiá-lo. Não é sobre transgênero. Este era um artista. Um grande artista”, acrescentou ela, antes de afirmar que discordava de suas opiniões, mas ainda sentia que ele havia sido maltratado. 

O diretor do festival recentemente rejeitou as alegações de que Humphries foi “cancelado” pelo evento, dizendo em vez disso: “Muitos em nossa indústria ficaram perplexos com [seus] comentários que careciam de empatia … Podemos celebrar o gênio artístico de Barry, embora não gostemos muito de alguns de seus pontos de vista.” 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem