JK Rowling apoia menina expulsa de colégio por desafiar a ''ideologia transgênero''

 


JK Rowling a autora de Harry Potter condenou o tratamento do colégio particular que expulsou uma aluna de 18 anos após ela desafiar a "ideologia trans" de um palestrante visitante.

Um professor da escola da garota disse que a menina foi tratada como uma herege por questionar as opiniões de um político sobre sexo.

No Twitter JK Rowling descreveu a situação como "Totalmente vergonhosa" em seguida adicionou "Acrescente isso à pilha cambaleante de evidências de que as pessoas na educação e na academia que deveriam ter o dever de cuidar dos jovens sucumbiram a um surto de fanatismo quase religioso. O crime da garota? Dizer 'sexo existe'."

Para o The Times a menina de 18 anos disse: "A linguagem que estava usando estava implicando que a teoria crítica tinha precedência sobre a realidade biológica na definição de mulheres."

"Quando questionei isso, ela disse que não era uma questão de semântica. Ela disse que as pessoas trans não têm direitos humanos básicos neste país. Depois, falei com ela e disse que sinto muito se fui rude ." Concluiu a menina expulsa do colégio particular onde estudava.

A menina também alegou que uma multidão de alunos a xingou e cuspiu nela.
Ygor Freitas

Executivo, apaixonado por séries e cinema, editor e redator na Hogwarts Brasil. Também curto umas paradas aí! Já se foi o disco voador facebook instagram twitter sobre mim

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem