As melhores decisões dos personagens de Harry Potter em A Pedra Filosofal

 


Harry Potter foi nos apresentado pela primeira em A Pedra Filosofal como o menino que sobreviveu, durante seus anos em Hogwarts ele mesmo se questiona sobre suas decisões, desde o início ele toma boas decisões e faz o que é certo.

Agora você confere as melhores decisões dos personagens de Harry Potter em a Pedra Filosofal.

A melhor decisão de Harry Potter foi levar Rony Weasley para ver o espelho de Ojesed

Quando Harry Potter descobriu o espelho de Ojesed ele não quis guardar para si mesmo e correu para compartilhar com seu melhor amigo.

Na ocasião ele achava que o espelho mostrava seus próprios pais então ele quis mostrar para Rony, uma decisão importante de incluir seu amigo.

A melhor decisão de Rony Weasley foi se sacrificar no xadrez por Harry

A maior decisão que Rony tomou em a A Pedra Filosofal foi de se sacrificar durante o jogo de xadrez bruxo para que Harry conseguisse chegar até a Pedra Filosofal.

Rony percebe que para vencer o jogo ele terá que passar por um perigo enorme mesmo com medo ele está disposto a correr o risco pelos amigos.

A melhor decisão de Hermione Granger foi se recusar a deixar que Harry fosse atrás da Pedra Filosofal sozinho 

Harry Potter quer ir atrás da Pedra Filosofal sozinho, assim como ele faz no resto da série ele não quer colocar seus amigos em perigo, mas Hermione Granger sempre foi contra e está ao lado para ajudar e sabemos que sem a inteligência dela a história de Harry e Rony teria sido muito diferente.

Sem Hermione, Harry teria sido morto na armadilha do visgo do diabo, ainda que ele conseguisse passar por essa armadilha o que ele faria para solucionar o quebra cabeça lógico de poções (cena cortada do filme/presente no livro). Foi a decisão de Hermione Granger que salvou suas vidas.

A melhor decisão de Draco Malfoy foi espionar o dragão de Hagrid 

Draco Malfoy é conhecido pelo seu jeitinho arrogante e playboy, apesar de suas más escolhas ter colocado espiões no dragão de Hagrid não foi uma delas.

Draco estava espionando Harry, Rony e Hermione e aprender sobre o dragão de Hagrid acabaram sendo positivas, o meio gigante queria criar um dragão o que é no mínimo altamente perigoso, claro que o trio tentou dizer isso a ele mas não o ouviu.

Quando Malfoy foi espionando, eles finalmente foram capazes de convencer Hagrid que manter Norberto (a) lá por mais tempo não era seguro.

No livro foi graças a Draco que o trio foi capaz capaz de levar o bebê dragão para Charlie Weasley na Romênia e assim salvar Hagrid graças a espionagem de Malfoy. 

A melhor decisão de Severo Snape foi usar a lógica para proteger a Pedra Filosofal 

Snape teve uma decisão brilhante no quesito de proteger a Pedra Filosofal, como a própria Hermione aponta sua proteção é um quebra-cabeça lógico e a maioria dos bruxos não são capazes de usar a lógica devido sua alta dependência do uso de Mágia. 

Quem só assistiu aos filmes não sabe dessa parte brilhante do plano de Snape já que ela está presente apenas no livro e sem dúvidas foi a melhor decisão que Severo tomou.

A melhor decisão de Alvo Dumbledore foi explicar sobre o espelho de Ojesed para Harry

Após Harry levar Rony para ver o espelho ele descobriu o básico sobre o objeto mágico, mas a melhor decisão foi a que Alvo Dumbledore tomou em explicar a ele como funcionava e então tirá-lo de lá.

Aprender como o espelho realmente funciona ajudou Harry no confronto contra Quirrel e iniciou a construção do relacionamento e seu vínculo com o diretor de Hogwarts.

Está é uma das primeiras vezes que Harry tem uma conexão forte com Dumbledore o que foi crucial para o desenrolar da história.
Ygor Freitas

Executivo, apaixonado por séries e cinema, editor e redator na Hogwarts Brasil. Também curto umas paradas aí! Já se foi o disco voador facebook instagram twitter sobre mim

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidades

Anúncio