JK Rowling escritora de Harry Potter é morta em livro de autora trans e causa polêmica na web

 


A autora transgênero Gretchen Felker-Martin em seu livro chamado "Manhunt" matou a autora de Harry Potter JK Rowling.

Gretchen traz JK Rowling a autora de Harry Potter como uma vilã que é morta em sua história e causa reviravoltas e debates na internet.

Em uma das cenas do romance, JK Rowling é morta durante um incêndio que acontece em um castelo escocês.

A trama do livro se passa em um cenário apocalíptico onde as pessoas que possuem uma quantidade considerada suficiente de testosterona acabam se transformando em bestas monstruosas. 

E então tudo o que resta na humanidade são mulheres cis, não-binárias, homens transgêneros e mulheres transgêneros.

Os personagens de Manhunt estão na caça de  "ex-humanos" que para eles [ os trans] são considerados selvagens e estão tentando escapar de uma facção de feministas radicais autoritárias trans-excludentes batizadas de “Os Cavaleiros de JK Rowling”, que estão tentando assassinar pessoas transgênero.

Na história JK Rowling viaja com seus amigos para um castelo, onde todos são mortos durante um incêndio que acontece neste castelo.

A história é contada a partir de uma perspectiva trans, e causou confusão e polêmicas na web. 

JK Rowling é a maior escritora mulher da história, com a fortuna de US$ 1 Bilhão. 
Ygor Freitas

Executivo, apaixonado por séries e cinema, editor e redator na Hogwarts Brasil. Também curto umas paradas aí! Já se foi o disco voador facebook instagram twitter sobre mim

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem