Você sabia? As Mandrágoras realmente existem e são conhecidas como plantas mágicas

 


As Mandrágoras são conhecidas por sua presença nos filmes de Harry Potter, o que pouca gente sabe, é que elas realmente existem, estão presentes na bíblia, na medicina e até mesmo na mitologia, descubra tudo sobre a plantinha de Harry Potter.

Em Harry Potter

Uma Mandrágora é uma planta que possuí suas raízes semelhante a uma forma humana, quando na idade adulta seu grito pode ser fatal a um humano ou bruxo.

Em Harry Potter e a Câmara Secreta, vemos os alunos do segundo ano de Hogwarts, terem uma aula sobre Mandrágoras com a professora Sprout. 

A Ministra da Magia Venusia Crickerly morreu em 1912 em um acidente que incluía Mandrágoras.

Seus poderes mágicos e curativos serviram para fazer uma poção restaurativa para reviver as vítimas de petrificação, após a Câmara Secreta ser aberta pela segunda vez.

Na vida real

As Mandrágoras existem no mundo real, e suas raízes se assemelham a um feto humano. 

Sua origem é eurasiana, herbácea, acaule, dotada de flores campanuliformes e frutos bacáceos.

Origem da Mandrágoras

A Mandrágora é nativa da região do Mediterrâneo, ela é uma planta da família Solanaceae. Os frutos dessa planta são amarelos, carnosos, aromáticos e tóxicos.

Os Árabes 

Os Árabes chamavam essa planta de "maçãs do diabo" devido aos seus efeitos afrodisíacos.

Na Medicina 

Segundo Luciano Zanardo a planta possuí feitos medicinais sendo usadas como alucinógeno, analgésico, narcótico, sedativo e purgante.

Na Medicina Passada

No passado elas foram usadas para aliviar dores, também foi utilizada duramente o tratamento de problemas do sistema nervoso e no cuidado de úlceras.

Na Medicina Atual

Atualmente as Mandrágoras são usadas em tratamentos homeopáticos.

Na Lenda

As Mandrágoras em uma lenda medieval, diz que essa raiz representa um homem dormindo sob a terraterra e que quando ele fosse retirado de seu descanso, daria um grito que seria capaz de deixar as pessoas surdas ou até mesmo levá-las a morte.

Supertição

As Mandrágoras são consideradas por muitos uma planta mágica, sendo utilizada por muitos como amuleto da sorte, proteção e prosperidade.

É possível cultivar uma Mandrágora em casa ? 

A resposta é sim! Basta ter um jardim e é recomendável uma área com sombra para cultivar, mas ela também resiste ao sol, e o melhor cuidar de uma Mandrágora é bem simples.

Na Bíblia

Na Bíblia a Mandrágora é descrita em Gênesis 30.14 como “Foi Rúben nos dias da ceifa do trigo, e achou mandrágoras no campo, e trouxe-as a Lia, sua mãe. Então, disse Raquel a Lia: Dá-me das mandrágoras de teu filho”. E também em Cântico dos Cânticos 7.13: “As mandrágoras dão cheiro, e às nossas portas há toda sorte de excelentes frutos, novos
e velhos; ó amado meu, eu os guardarei para ti”.

As Mandrágoras são descritas como a Rainha das Plantas.

Tradição Rabínica

De acordo com as tradições Rabínicas, as Mandrágoras cresciam no pé da árvore do Éden. Suas folhas são altamente tóxicas.
Ygor Freitas

Executivo, apaixonado por séries e cinema, editor e redator na Hogwarts Brasil. Também curto umas paradas aí! Já se foi o disco voador facebook instagram twitter sobre mim

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidades

Anúncio