Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Residentes de Arley reclamam do evento 'Harry Potter: A Forbidden Forest Experience' segundo eles é desrespeitoso


Moradores estão chateados e furiosos com os planos do Arley Hall de hospedar uma experiência de Harry Potter. 

Os moradores da vila de Arley e moradores próximos à Antrobus e Crowley relatam que apoiam eventos unicos na região ao longo de muitos anos. O anúncio do evento de Harry Potter gerou um grande choque aos moradores, segundo eles não houve nenhum tipo de consulta pública.

Harry Potter: A Forbidden Forest Experience está previsto para acontecer na floresta da propriedade, tendo sua abertura ao público em 16 de outubro, a expectativa é que o evento dure até meados de janeiro de 2022.

Grande parte dos ingressos já estão esgotados, a experiência deve acontecer durante todas as noites, entre as 16h30 e as 23h, tendo sua a última entrada pública as 22h00.

O Arley Hall está definido para sediar a experiência de Harry Potter a partir do mês de outubro

Segundo comunicado emitido pelo salão, eles limitaram o número de ingressos que seria vendido.

Os moradores informam que o motivo da reclamação é que o único modo ser acessado é por meio de estradas estreitas, sem iluminação e sem terra, e que a propriedade ainda mostrou ''um desprezo total'' pelo impacto para a comunidade local.

Veja abaixo o qu disse um porta-voz dos residentes: 

"Claramente, este é um evento que está muito além do tamanho ou do escopo de qualquer coisa que aconteceu antes em Arley."

"A maioria dos organizadores de eventos olha para a posição de Arley e acha que ela está idealmente localizada tão perto de redes de rodovias, mas depois percebe que os pontos de entrada para a propriedade são insubstanciais."

"Dogfest concluiu que era esse o caso e, depois de alguns anos, foram forçados a decidir se mudar, pois os visitantes reclamaram amargamente da inacessibilidade." Continuou o porta voz.

No fim de semana do Festival de Geronimo, uma pista foi o caos absoluto - mais de 30 carros todos presos em uma pista única tentando evitar o congestionamento principal na Arley Road." Continuou ele.

"A Arley tem o direito de impor restrições ao usufruto tranquilo e seguro de seus vizinhos em suas casas simplesmente porque considera que tem o direito de criar novas receitas para se preservar?" Questionou o porta voz.

"Em que ponto um evento é muito grande, muito intrusivo e onde estão os freios e contrapesos entre o que é uma violação aceitável da vida das pessoas e o que é totalmente inaceitável e deve ser questionado?"

"Os meses de inverno trazem escuridão a partir das 16h, o horário exato em que 2.000 visitantes chegarão em condições de chuva, neve e gelo sem luz de rua em quilômetros de distância."

"Eles mostraram um completo desprezo por nós e como comunidade - ficamos completamente chocados." Finalizou o porta voz da comunidade.

Os moradores da região estão questionando o por que não houve nenhuma tentativa de consulta pública com eles, tendo sido o único contato quando foi enviado uma carta a todos os moradores no último dia 10 de agosto, eles ainda reclamam de só ter ocorrido após o anúncio do evento para o público geral nas redes sociais anteriormente no dia 20 de julho.

Embora a propriedade seja em terras privadas, o que lhes dá o direito de causar tanto impacto sobre seus vizinhos”, o porta voz voltou a questionar.

Ele ainda reclama dizendo que vai atrapalhar o habitat noturno das corujas, citando Edwigges:

"Os fins não justificam os meios.

"Por sua vez, o público não vai perceber que o holograma de Edwiges sentado em uma árvore mal iluminada está tomando o lugar de todos os Edwiges reais que tiveram que fugir porque seu habitat foi adaptado para a conveniência pública." 

Em carta enviada aos residentes, Bridget Roberts, que é gerente geral do Arley Hall, disse que vai garantir que a perturbação local seja mantida ao mínimo e ainda disse que, após dois anos de desafios financeiros, como o evento foi "extremamente importante" para que a propriedade continue se esforçando para preservá-la ''para o benefício de todos''.

Ela ainda disse que: "O ruído não deve ser um problema, pois o evento ocorre na floresta e o som é apenas de baixo nível atmosférico."

"Os ingressos serão vendidos em intervalos de tempo para permitir a chegada dos convidados ao longo do horário de funcionamento, portanto, não esperamos encontrar os problemas de tráfego que podem ser associados a alguns dos eventos maiores que realizamos, onde um número muito maior de convidados chega e sai ao mesmo tempo."

"Então, para os residentes locais, isso deve se parecer muito mais com os fluxos de tráfego associados aos visitantes de jardins durante um fim de semana de verão, ao invés de um grande evento com tráfego enfileirado."

"Será implementado um plano de gestão de tráfego completo que incluirá o pessoal em nossos estacionamentos, sinalização nas estradas externas e quaisquer outras medidas consideradas necessárias, incluindo o envio de um plano de rota específico aos titulares de ingressos antes de sua visita para mitigar problemas com satnavs e qualquer corte através das rotas."

"Os residentes devem, em geral, ser capazes de usar as estradas normalmente dentro do plano de gerenciamento de tráfego e receberão um número dedicado para telefonar no caso improvável de haver qualquer problema."

"Além disso, uma pesquisa independente de árvores foi realizada para gerenciar a floresta e garantir que a trilha seja segura para os visitantes", acrescentou ela."

"Para ser claro, nenhuma árvore foi removida para formar qualquer caminho - a larga trilha sem árvores já existe há muitos anos."

"Eu me sinto mal por não termos sido capazes de atualizá-lo até agora, mas você sem dúvida apreciará a exigência de confidencialidade antes do comunicado à imprensa."

O porta-voz do Cheshire East Council também se pronunciou dizendo: "Arley Hall é licenciado pela Lei de Licenciamento de 2003."

No entanto, os eventos planejados podem não exigir licença e os organizadores serão livres para prosseguir, desde que cumpram os requisitos de segurança pública."

O conselho recebeu documentos detalhando os planos para os eventos, e estes serão discutidos pelo grupo de assessoria de segurança de eventos, que inclui representantes da polícia de Cheshire e da Cheshire Fire and Rescue."

"Quaisquer questões relativas ao congestionamento do tráfego e acesso, caso surjam, seria um assunto para a polícia de Cheshire."

"Com relação ao impacto ambiental na floresta, sugerimos que as consultas sejam direcionadas aos organizadores do evento por meio de seu website.

Postar um comentário

0 Comentários