Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Warner e Discovery se juntam para criar streaming maior que a Netflix


Acordo avaliado em quase R$ 800 bilhões unirá a dona do estúdio Warner Bros e os canais HBO e CNN com as marcas Discovery, Animal Planet e Food Network. As informações são do site The New York Times e O Globo.

A gigante de telecomunicações americana AT&T selou o acordo para fundir sua marca WarnerMedia — que detém o estúdio Warner Bros e os canais HBO e CNN — com a rival Discovery, que reúne as marcas Discovery Kids, Discovery Channel, Animal Planet, TCL, Food Network, Oprah Winfrey’s OWN, entre outras. O anúncio da fusão foi feito nesta segunda-feira. (Via O Globo)

O negócio vai unir um dos estúdios mais poderosos de Hollywood, lar das franquias Harry Potter e Batman, com os programas caseiros, de culinária, de natureza e de ciência do Discovery.

O que é streaming?
Mídia de streaming é uma multimídia entregue e consumida de maneira contínua a partir de uma fonte, com pouco ou nenhum armazenamento intermediário nos elementos da rede. Streaming se refere ao método de entrega do conteúdo, e não ao conteúdo em si.

Um dos objetivos é ajudar ambos os grupos a se reafirmarem no mercado de streaming. O valor avaliado para criação deste novo grupo de mídia é de US$ 150 bilhões (quase R$ 800 bilhões). Conforme explica o site O Globo e The New York Times

A nova empresa será maior do que a Netflix ou a NBCUniversal. Juntas, WarnerMedia e Discovery geraram mais de US$ 41 bilhões em vendas no ano passado, com um lucro operacional de US$ 10 bilhões.

Essa soma colocaria a nova empresa à frente da Netflix e da NBCUniversal e atrás da Walt Disney Company como a segunda maior empresa de mídia dos Estados Unidos.

A AT&T gastou bilhões na construção do HBO Max, que agora tem cerca de 20 milhões de clientes. A Discovery tem 15 milhões de assinantes de streaming global, a maioria deles para seu aplicativo Discovery +. A Netflix tem mais 270 milhões de assinantes. as informações são do site O Globo.

Fonte: Wikipedia, O Globo, AT&T, The New York Times, WarnerMedia

Postar um comentário

0 Comentários