Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Livro de J.K. ROWLING ganha prêmio literário, mesmo sendo acusado de transfobia


Na última quinta-feira, 13, o British Book Award divulgou sua lista de vencedores. Na categoria melhor livro criminal e ficcional, a obra “Sangue Revolto”, escrito por Robert Galbraith, foi escolhida para ficar com o prêmio.  (Via aventuras na história)

Como explica matéria da Folha de S. Paulo, Robert Galbraith é o pseudônimo da escritora inglesa J.K. Rowling, mundialmente conhecida pelo sucesso da saga Harry Potter. Acontece que, apesar dos prêmios, o livro de J.K. vem sendo muito criticado por transfobia. 

A obra faz parte da série “Cormoran Strike” e traça a história de um serial killer que usa disfarce de mulher para cometer atrocidades contra mulheres cisgêneros. Além da narrativa, Rowling vem, desde 2019, como explica a Folha, repercutindo negativamente por declarações ofensivas à comunidade transgênero, principalmente por dar a entender que mulheres trans não são mulheres de “verdade”. 

"Respeito o direito de todas as pessoas trans de viverem da maneira que lhes pareça autêntica e mais confortável. Protestaria com vocês se vocês fossem discriminados por serem trans. Ao mesmo tempo, minha vida foi moldada pelo fato de eu ser mulher. Não acredito que seja odioso dizer isso", escreveu a autora em um de seus tweets. (Via aventuras na história).

Sangue Revolto é um thriller de quase 1.000 páginas e chegou ao topo das listas dos mais vendidos do Reino Unido, na época do seu lançamento. Depois de O chamado do cuco, O bicho-da-seda, Vocação para o mal e Branco letal, chega ao Brasil Sangue revolto, quinto volume da série de suspense Cormoran Strike. Sob o pseudônimo Robert Galbraith, J.K. Rowling mergulha no universo das tramas policiais. Enquanto visita a família na Cornualha para ajudar a cuidar da tia doente, o detetive Cormoran Strike é abordado por uma mulher que lhe propõe investigar o misterioso desaparecimento de sua mãe, Margot B, ocorrido em 1974. Strike fica surpreso com aquela consulta inusitada, mas resolve aceitar o desafio. Depois de consultar sua sócia, Robin Hellacott, que está atravessando um momento difícil da vida, às voltas com um divórcio litigioso, eles organizam um roteiro de visitas às testemunhas que sobreviveram e um rastreamento detalhado dos documentos que ainda estão disponíveis transcorridos 40 anos do caso. À medida que investiga o desaparecimento de Margot, a dupla de detetives se depara com uma história diabolicamente complexa, com pistas que envolvem cartas de tarô, um serial killer psicopata e testemunhas nas quais não é possível confiar totalmente. E eles percebem que mesmo casos acontecidos há décadas podem ser mortais. (Sinopse do Livro).

Apesar das polêmicas, a autora de Harry Potter disse que a obra baseia-se nos crimes reais cometidos por Jerry Brudos e Russel William, como explica matéria publicada pela equipe do site do Aventuras na História. "Ambos manipuladores que ficaram com lembretes de suas vítimas", segundo descreveu a autora.  

Porém, como explica a Folha, a justificativa da inglesa não foi bem aceita, já que muitos viram o seu novo livro como uma forma de atacar pessoas trans. No meio de toda essa discussão, a obra chega ao Brasil, pela editora Rocco, no próximo dia 30 de maio. 

Eaí gostou da matéria? Conta pra gente nos comentários.

Box Premium Harry Potter + Pôster + Marca Páginas + Frete Grátis na Amazon --> https://amzn.to/3suCk85

Castelo de Hogwarts iluminado em LED na Amazon --> https://amzn.to/3n1NMqG

Amazon Prime Vídeo teste grátis por 30 dias e após apenas R$ 9,90/Mês muito Conteúdo para você Assistir e ainda ganhe Frete Grátis na Amazon https://amzn.to/3kVqBvS


Box Edição especial de livros Magazine Luiza -> Compre aqui

Fonte: Aventuras na História, Folha de São Paulo, e Sinopse do livro

Postar um comentário

0 Comentários