Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Harry Potter: Os 3 melhores diretores de Hogwarts, Classificados por sua inteligência


A Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts teve algumas das bruxas e bruxos mais prolíficos sob seu comando desde o seu início. Do célebre gênio Dumbledore ao impopular, mas intelectual Phineas Black, a escola de bruxos teve alguns nomes pioneiros nas cadeiras do diretor. Ser o diretor de Hogwarts não é moleza, é claro, e é preciso um equilíbrio entre inteligência, coragem e clarividência para assumir o comando de uma posição tão cobiçada.

Os livros realmente não oferecem detalhes decisivos sobre como um diretor é escolhido. Normalmente, um professor titular seria promovido ao cargo, mas bruxas, bruxos ou curandeiros reverenciados também são convidados para serem diretores, devido à sua relevância na sociedade bruxa. Mas isso levanta a questão, quem foi o diretor mais inteligente da história de Hogwarts? Foi o lendário Alvo Dumbledore, ou algum de seus antecessores era mais digno do que ele?

Os maiores diretores que Hogwarts já teve são: Armando Dippet, Dolores Umbridge, Dexter Fortescue, Phineas Nigellus Black, Dilys Derwent, Eupraxia Mole, Professor Everard, Snape, Minerva McGonagall, e Claro Alvo Dumbledore.

Agora vamos ao que interessa a seguir confere a Classificação por inteligência dos3 melhores diretores de Hogwarts.

Alvo Dumbledore
Dumbledore não era apenas o mais inteligente e astuto diretor, mas também o arquiteto do futuro da magia. Ele foi uma das poucas pessoas que provavelmente viu exatamente como e por que o Lorde das Trevas voltaria, e previu suas consequências.

A clarividência de Dumbledore era incomparável porque, de certa forma, ele estava se preparando para a Batalha de Hogwarts por anos, então o lado certo poderia vencer a guerra mesmo que ele não estivesse com eles.

Minerva McGonagall
McGonagall era a aliada mais inteligente e engenhosa que alguém pode ter, e sua nomeação como diretora após a prisão de Dumbedore foi óbvia. Ela assumiu o comando durante a Batalha de Hogwarts também, depois de derrotar Snape em um duelo.

McGonagall era uma líder poderosa que não apenas lutou na guerra contra os Comensais da Morte na linha de frente, mas também foi inteligente o suficiente para identificar os pontos fortes e fracos de seu próprio lado. McGonagall é notavelmente não apenas impulsionada por suas emoções; ela se apaixona pela causa, mas não dá um passo se ela acha que não é prático.

Severo Snape
Muito foi dito sobre o papel de Snape na Batalha de Hogwarts e como ele trabalhou como agente duplo por muitos anos; mas o fato é que Snape estava ciente de que estava jogando um jogo perigoso e, de certa forma, concordou com o fato de que seria para sempre incompreendido. O fandom é bastante divisivo sobre suas ações como diretor, pois ele executou os planos de Voldemort de forma tão eficiente e não fez nada para realmente planejar um golpe contra ele.

Mas é importante notar que Snape não tinha aliados e ele estava profundamente ciente de suas próprias limitações. Ele era o maior trunfo de Voldemort desde que ele era seus olhos e ouvidos em Hogwarts. Então, a passagem de Snape como diretor foi ética e emocionalmente desgastante para ele também, considerando o quanto ele detestava Voldemort por matar Lilian, mas ele evidentemente conseguiu bolar um plano para servir ao seu propósito. 


Postar um comentário

0 Comentários