Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Os 6 momentos mais românticos ao longo dos 7 filmes


Além das batalhas mágicas, das mortes cruéis e dos vilões impiedosos, Harry Potter também conta com muitos momentos românticos. Ao longo dos sete filmes da franquia, vemos casais de bruxos jovens e mais velhos provarem o amor deles com gestos emocionantes. 

Pensando nisso, o site Screen Rant listou os maiores gestos românticos da saga cinematográfica e a Rolling Stone Brasil separou os seis melhores momentos citados na lista. Confira: 

Hermione ensinando Rony a tocar piano 

Hermione Granger e Rony Weasley tiveram algumas idas e vindas antes de assumirem que tinham sentimentos um pelo outro - eles até chegam a brigar feio em O Cálice de Fogo. Mas, em As Relíquias da Morte Parte 1, eles estão mais maduros e compartilham um momento romântico breve e simples, mas descontraído e honesto quando Hermione tenta ensinar Rony a tocar piano.

O primeiro beijo de Harry e Gina 

Apesar de muitos fãs não gostarem da versão cinematográfica de Gina Weasley, a personagem protagonizou um dos momentos mais românticos da saga com Harry. Antes do bruxo escolhido enfrentar os Comensais da Morte em O Enigma do Príncipe, Gina toma coragem e beija  Harry em uma cena silenciosa e tranquila.

Rony defende Hermione de Draco

Quando ainda eram crianças, Rony e Harry veem Draco chamar Hermione de “sangue ruim”, um termo pejorativo usado para descrever os bruxos que não vêm de famílias bruxas. Apesar de não serem tão próximos, Rony defende a colega e tenta lançar um feitiço contra Draco - que não funciona, mas o que vale é a intenção, certo?

O amor de Fleur por Bill 

Fleur era uma estudante de Beauxbatons e carregava parte da linhagem das Veelas, seres mágicos e sedutores. Quando começou a namorar Bill Weasley, a família do bruxo não aceitou o relacionamento logo de cara. Mas a bruxa provou que estaria do lado do parceiro nos momentos mais difíceis, como quando ele foi atacado por um lobisomem.

Tonks e Lupin

Por ser um lobisomem, Lupin tinha receio de se relacionar com Ninfadora Tonks e colocar a vida da parceira em risco. Mas a bruxa não hesitou em se envolver com o ex-professor de Hogwarts e não o abandonou nem mesmo durante a guerra contra Voldemort. 

Segundo o Screen Rant, o patrono de Tonks até mudou para um lobo após a bruxa se apaixonar por Lupin - prova de que ela se sentia segura ao lado dele.

O sacrifício de Snape

Nenhum outro gesto romântico se compara com o sacrifício de Severo Snape. Após descobrir que Lily Potter tinha sido morta, o bruxo dedicou os restos dos dias dele para enganar Voldemort e derrotá-lo com a ajuda de Alvo Dumbledore.

Postar um comentário

0 Comentários