8 vezes em que Draco Malfoy sofreu e mereceu mais compaixão em Harry Potter

Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

8 vezes em que Draco Malfoy sofreu e mereceu mais compaixão em Harry Potter


Um dos personagens mais amados (e odiados) da franquia Harry Potter, de J. K. Rowling, é Draco Malfoy, interpretado por Tom Felton. O bruxo da Sonserina, apesar de protagonizar um arco de redenção ao longo dos filmes, não tem a trajetória muito bem explorada, fato criticado pelos fãs e críticos da produção.

Apesar dos diversos erros e atitudes maldosas, Draco Malfoy teve momentos de sofrimento nos quais, certamente, muitos dos haters mais ferozes do personagem sentiram pena do bruxo. O ScreenRant separou 8 vezes em que Draco sofreu - e muito. Confira a lista:

Parentes malvados

Apesar de a franquia ser contada pela perspectiva de Harry Potter e a dinâmica familiar da família Malfoy não ficar evidente, há diversas atitudes maldosas dos parentes do personagem. 

Além de mimarem muito Draco, Lúcio e Narcissa eram extremamente julgadores, duros e arrogantes - esquecendo o amor e afeto merecidos por uma criança. Além disso, ambos eram Comensais da Morte - grande explicação para a maldade dos parentes.

Sem amigos verdadeiros

O estereótipo de "não há amigos verdadeiros na Sonserina" é triste, porém representa a situação de Draco Malfoy, Além de não ter pessoas próximas para desabafar, o personagem tinha "amigos" que não gostavam tanto dele. Apesar de o personagem também não ser um bom colega, a situação continua triste.

Preso aos Comensais da Morte

Draco Malfoy teve que passar grande parte da adolescência cercado pelos Comensais da Morte. Mesmo assim, o personagem conseguia fazer - às vezes - a coisa certa. Em Relíquias da Morte - Parte 1, Belatriz pediu ao bruxo da Sonserina para identificar Harry Potter, que estava com o rosto desfigurado. No entanto, Malfoy decidiu salvar o protagonista.

Não tinha memórias boas o suficiente para conjurar o Patronus

Segundo J. K. Rowling, Draco Malfoy nunca conjurou um Patronus. De acordo com os fãs da saga, o motivo seria a falta de lembranças felizes verdadeiras - necessárias para realizar o feitiço.

Harry usou Sectumsempra em Draco

Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, o livro do Príncipe Mestiço faz o protagonista tomar atitudes imprudentes. Apesar de o conflito entre Malfoy e Potter acontecer desde o início da Franquia, quando Harry usa Sectumsempra em Draco ele, certamente, passa dos limites.

Mesmo sem saber as consequências do feitiço, no livro do Príncipe Mestiço lia-se que deveria ser utilizado para inimigos - e Potter não hesitou em lançá-lo contra o bruxo da Sonserina. Se o Severo Snape não chegasse poucos segundos depois, Malfoy, muito provavelmente, teria morrido pelo feitiço - que faz a pessoa ser esfaqueada 20 mil vezes, causando hemorragia.

Forçado a torturar pessoas

Em uma das visões de Harry, o personagem vê Voldemort forçando Draco a torturar outras pessoas. Apesar de não parecer feliz com a situação, Malfoy é obrigado a fazê-lo, uma vez que o Lord das Trevas o mataria caso contrário.

Voldermort puniu Draco pelas ações de Lucius

Draco foi forçado a aceitar as decisões de Voldemort. Você Sabe Quem resolveu magoar Malfoy pelas atitudes de Lucius e o incidente no Departamento de Mistérios - punindo o pai de Draco pelo modo mais cruel - machucando o filho dele.

Obrigado a matar Dumbledore

Voldemort encarregou Draco Malfoy de matar Dumbledore - talvez uma das tarefas mais difíceis para o bruxo da Sonserina. Obviamente, o Lord das Trevas sabia que Malfoy não era capaz - mais uma vez, uma punição a Lucius, pois após não finalizar a tarefa, Voldemort mataria Draco.

Postar um comentário

0 Comentários