Apaixonado por Harry Potter, o garoto de 10 anos produz kits com varinhas de biscuit

Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Apaixonado por Harry Potter, o garoto de 10 anos produz kits com varinhas de biscuit

Aos 10 anos, Rodrigo é o "bruxo" que produz varinhas para realizar sonho


Harry Potter. Esta é a maior paixão de Rodrigo Flores Suffiatti Frozza, o menino de 10 anos que é fã de carteirinha do bruxo mais conhecido de todos os tempos. Inclusive, o garoto também 'invoca feitiços". Em casa, ele mesmo molda varinhas mágicas produzidas em biscuit e pintadas à mão – e que já são sucesso de vendas na internet. Tudo isso para realizar o sonho de algum dia conhecer o parque temático em homenagem à Harry em Orlando, na Flórida.

"Desde que eu descobri que Hogwarts realmente existe, é um sonho meu ir pra lá. Eu nem pretendo ir nos brinquedos do parque, quero visitar as casinhas, as lojas e todos os cenários! Também conhecer os estúdios onde foram gravados todos os filmes. Amo muito!", afirma Rodrigo.

Essa paixão por Harry Potter surgiu pela mãe, Sandra Flores, a terapeuta holística de 31 anos. Quando apresentou a saga de filmes do pequeno bruxinho ao filho, em questão de 1 semana Rodrigo já tinha assistido todos – repetida vezes.

"Eu gosto muito do Harry, é meu personagem favorito. O filme que eu mais gosto até hoje é o 'Enigma do Príncipe'. Sei de tudo um pouco, nomes dos feitiços, dos personagens, até de algumas falas. Me considero fã número 1", garante o garoto.

Amiga de Sandra, Natália foi quem visitou na época os parques temáticos de Orlando – inclusive o da saga HP – e trouxe uma varinha "de verdade" para o Brasil, que acabou ficou guardada por um bom tempo em casa. Quando ela soube que o filho da melhor amiga era apaixonado pelo universo mágico da série, deu a varinha de presente à Rodrigo.

"Eu fiquei mega empolgado! Me lembro direitinho, foi no ano passado, à noite lá em casa. Queria tanto uma pra mim, era realmente um sonho ganhar", relembra.

No dia seguinte, Rodrigo levou a varinha para a escola escondida na mochila – para descontentamento dos pais. O azar foi que ele mal havia recebido o presente e na sequência já o quebrou. Porém, menino esperto que é, ele não perdeu tempo para tentar consertar.

"Aprendi modelagem vendo vídeos na internet. Peguei um pedaço de biscuit e encapei na varinha, juntando a parte que havia quebrado. Deu certo!", disse.


O que ele considerava um brinquedo, os adultos e também fãs de Harry ficavam maravilhados. Pai do garoto, Eriberto Frozza tem 33 anos e trabalha com vendas diretas em casa. Os próprios clientes achavam a varinha do menino o máximo e também queriam ter uma pra si.

Foi assim que o negócio do biscuit nasceu e, de tão tão certo que as coisas foram acontecendo, Rodrigo agora é o "empreendedor kids" com a ajuda dos pais. Tem perfil no Instagram e até vende pelo Mercado Livre. São kits de 6 ou 9 varinhas (esta última sai por R$ 97,00) em diferentes formatos e tamanho, todas elas dos principais bruxos de HP: Voldemort, Sirius Black, Severo Snape, os irmãos Rony e Gina Weasley, Remo Lupin, Hermione Granger, Draco Malfoy e – é claro – a de Harry Potter.

"Aqui cada um tem suas responsabilidades dentro de casa: arrumar a própria cama, lavar sua louça, guardar a roupa e fazer as tarefas. Horários de tudo, de leitura, pra brincar, de dormir. Principalmente, tempo marcadinho para ele fazer as atividades de biscuit e responder os clientes dele", esclarece a mãe. E acrescenta: "estamos sempre  aqui para ajudá-lo. Quando não quiser mais fazer, tudo bem, o dinheiro dele estará guardado para ainda um dia realizar o sonho de ir à Disney".

Para Sandra, qualquer pai e mãe só querem o sucesso na vida dos filhos. "Acho que de alguma forma já estamos contribuindo para isso. Se ele conseguir realizar esse sonho por conta do seu esforço, eu vou ficar mais feliz e orgulhosa ainda. É ele saber que quando chegar lá, vai ter conseguido pela sua dedicação", acredita.

Já para o filho, se considera um "bruxinho" que segue firme e forte na fabricação das suas varinhas. "Com a pandemia, a viagem é só pra depois. Enquanto isso, vou juntando meu dinheirinho para realizar meu sonho".

Postar um comentário

0 Comentários