Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Afinal a Pedra Filosofal de Harry Potter existiu de verdade?


Pode parecer impossível, mas realmente existem relatos na História que contam sobre a busca de povos antigos para a criação do estimado item. 

Desde o lançamento de Harry Potter e a Pedra Filosofal, muitos fãs ficaram se questionando sobre de onde veio a ideia do item que, segundo os livros, foi desenvolvido pelo bruxo em Nicolas Flamel no século XIV, e tem a capacidade de transformar qualquer coisa em ouro puro além de  também produzir o Elixir da Vida, capaz de lhe proporcionar a vida eterna.

No entanto, o que poucos sabem é que a Pedra Filosofal e o seu criador não surgiram da criativa mente de J.K Rowling, mas realmente existiram na vida real! Durante a era medieval, existia um grande grupo de pessoas chamados de alquimistas, que buscavam encontrar diariamente a fórmula exata para a criação dessa substância tão inovadora, baseando-se em escritas do passado para chegar ao resultado tão esperado.

Os textos da época afirmam que ela teria uma forma cristalina, contendo duas cores: o vermelho, responsável por transformar os metais em ouro; e o branco, que iria convertê-los em prata. A rocha também seria uma combinação dos quatro elementos, água, ar, terra e fogo, não sendo inflamável e solúvel a todo tipo de líquido.

Entre os poderes da pedra verdadeira, além daqueles que já são citados nos livros de Harry Potter, também está a capacidade de curar todo tipo de doença, reviver plantas, criar uma lâmpada impossível de se apagar e transformar os cristais comuns em pedras preciosas.

Enquanto isso, o Nicolas Flamel da vida real não foi um bruxo. Segundo os relatos da História, ele teria sido um escrivão, copista e vendedor de livros da França, que viveu durante o século XVII, e ganhou a fama de alquimista após a sua morte em 1418. Segundo a lenda, ainda em vida, ele teria encontrado um livro com a fórmula para a criação da pedra filosofal, e realmente a produzido.

O mito ainda afirma que, tanto Nicolas quanto sua esposa Perrenelle teriam utilizado o Elixir da Vida e forjado suas mortes, podendo estar vivos até os dias atuais. Na saga criada por Rowling, o alquimista viveu por 665 anos. Já na vida real, nunca foi provado que ele realmente conseguiu criar a pedra filosofal e que ainda estaria vivo.

Postar um comentário

0 Comentários