Jude Law teve aulas com JK Rowling para aprender sobre Dumbledore

Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Jude Law teve aulas com JK Rowling para aprender sobre Dumbledore


O ator Jude Law, contou que ficou nervoso ao receber a missão de interpretar Albus Dumbledore, futuro diretor de Hogwarts em Animais Fantásticos: Os crimes de Grindelwald. Observando a grande responsabilidade que tinha em mãos, vivendo um papel que já foi de Richard Harris (em Harry Potter e a Pedra Filosofal e a Câmara Secreta), e Michael Gambon nos seis filmes posteriores, ele procurou ninguém mais, ninguém menos que JK Rowling, autora da série de livros, para lhe ensinar tudo o que ele precisava saber sobre o personagem e segundo ele, ela lhe ensinou uma grande lição.

"Acho que um dos belos momentos da preparação foi trabalhar com JK Rowling. Passei uma tarde em que ela me contou toda a história desse grande personagem”, disse Law à revista Vanity Fair ao promover seu novo filme. “Lembro que ela entrou e estava tomando chá. Ela usava saltos incríveis. Ela disse: ‘OK, se você não se importa, eu vou me levantar.’ E ela ficou em pé por quase três horas e apenas andou de um lado para o outro, conversou, conversou – e quando acabou, ela saiu. Essa história está dentro dela”.

Ele continuou: “E eu fiquei lá sentado fazendo anotações e obtendo toda essa incrível visão desse personagem, que tive uma pequena oportunidade de usar no filme e no próximo terei mais uma vez [Animais Fantásticos terceira parte] e fazer o outro capítulo (4). Há mais sobre isso por vir”.

Em uma entrevista passada à Entertainment Weekly, Law disse que Rowling o ajudou a aproveitar a ‘vida interior’ do famoso mago.

"A única coisa que saiu foi o senso de jogo”, disse ele. “Ele tem uma abordagem jovem e mercurial da vida, mas há algo que pesa no coração, no passado, que está por trás de tudo isso. Há uma raiz de bom humor, bom coração, senso de si e senso de passado.”

Law, no entanto, não se referiu às iterações do personagem estabelecidas por Harris e Gambon para o trabalho sobre o prequel: “Tenho certeza que eles estavam no fundo da minha mente, porque eu tinha visto o trabalho deles e admirado os dois como atores, muito. Conversei com o [diretor] David Yates sobre isso e nós dois decidimos que não era necessário fazer uma representação de um deles como homem mais jovem”, explicou Law.

"Este é um homem com quase 100 anos à sua frente antes de se tornar esse personagem, então queríamos ver quem ele era nesse momento e construir nossa própria versão”.

Postar um comentário

0 Comentários