Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

5 fatos sobre a livraria Floreios e Borrões de Harry Potter


5 fatos sobre a livraria Floreios e Borrões de Harry Potter

A Floreios e Borrões é uma livraria do universo Harry Potter que fica localizada no Beco Diagonal, um importante ponto comercial do mundo bruxo. Bastante frequentada pela comunidade, ela é especialmente visitada pelos alunos de Hogwarts, que costumam comprar seus materiais escolares por lá.

Hoje, montamos uma lista com 5 fatos sobre a Floreios e Borrões que talvez você não tenha prestado atenção, mas que tornam a livraria muito interessante. Confira!

5 fatos sobre a livraria Floreios e Borrões de Harry Potter

1. A Floreios e Borrões é muito antiga! Para se ter ideia, a loja existe desde 1454, quando se estabeleceu no Beco Diagonal, mais precisamente no Lado Norte da área.

2. Como já contamos aqui os alunos de Hogwarts costumam comprar seus materiais escolares por lá, o que inclui os livros pedidos pelos professores da escola. Sendo assim, a Floreios e Borrões possui títulos dos mais variados assuntos e suas prateleiras ficam abarrotadas até o teto.

Alguns livros que podem ser comprados no local são: “As Forças das Trevas: Um Guia de Auto-Proteção”, “Animais Fantásticos e Onde Habitam” e “A Vida e as Mentiras de Alvo Dumbledore” (esse último escrito por Rita Skeeter).

3. E por falar em livros, um título da livraria que deu muito o que falar foi o “O Livro Invisível da Invisibilidade”. O motivo? As edições custaram muito caro e nunca foram encontradas…

4. Um famoso autor do mundo bruxo já fez uma sessão de autógrafos na Floreios e Borrões! Em 1992, Gilderoy Lockhart assinou algumas edições de seu livro no local, aproveitando o momento também para anunciar seu novo cargo como professor de Defesa Contras as Artes das Trevas em Hogwarts.

5. Suspeitamos que os empregados da livraria não gostem muito de Rúbeo Hagrid… Em 1993, quando o guarda-caça de Hogwarts assumiu o cargo de professor de Trato das Criaturas Mágicas de Hogwarts, um dos livros que ele pediu na sua lista era “O Livro Monstruoso dos Monstros”. Extremamente agressivo, o exemplar atacava qualquer um que tentasse abri-lo (a não ser, é claro, que você fizesse carinho e o acalmasse).

O empregado da Floreios e Borrões que atendeu Harry, Rony e Hermione quando eles foram comprar seus exemplares, quase chorou de desespero! Mesmo presos em uma gaiola de ferro, as edições agrediam umas as outras e rasgavam várias de suas páginas.


Postar um comentário

0 Comentários