Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Saiba como surgiu o misterioso símbolo de ‘Harry Potter e as Relíquias da Morte’


Qualquer pessoa que tenha acompanhado a saga do nosso bruxinho predileto, Harry Potter, conhece o significado de cada componente das Relíquias da Morte. A linha é a Varinha das Varinhas, o círculo é a Pedra da Ressureição e, por último, o triângulo, que simboliza a Capa da Invisibilidade.

O que até então ninguém sabia era de onde veio a inspiração para a criação do símbolo misterioso. Na verdade, nem a própria J.K. Rowlling, tinha percebido até então como surgiu a ideia do desenho.

No documentário da BBC, “Harry Potter: A History of Magic“, a autora revelou que a figura das Relíquias da Morte está ligada ao emblema maçônico, que aparece no filme “O Homem Que Queria Ser Rei”, de 1975.

Calma! Não há nada de assombroso na história. Rowling explicou que estava assistindo ao longa enquanto desenhava a personagem Professora Sprout. Na mesma hora ela recebeu uma ligação de que sua mãe havia falecido. “Tudo isso deve ter ficado no meu subconsciente”, contou durante o documentário.

Olha só a comparação entre as Relíquias da Morte e o símbolo Maçom

A autora comentou que voltou a assistir ao filme depois de alguns anos. Foi quando viu o símbolo maçônico novamente e ficou surpresa!

“Olhei para o sinal das Relíquias da Morte e percebi o quanto eles são semelhantes. Tenho a sensação de que, em algum nível subconsciente profundo, eles estão conectados. A razão pela qual posso ser incrivelmente precisa sobre isso quando desenhei, é que em algum momento em que estava criando a imagem e vendo o filme, minha mãe morreu”, comentou.

Em um momento de emoção e franqueza, J.K. Rowlling revelou que as aventuras do bruxinho poderia ter sido completamente diferente se a fatalidade com a sua mãe não tivesse acontecido enquanto escrevia os livros. “A série Potter é muito sobre perda. Se minha mãe não tivesse morrido, acho que as histórias seriam totalmente diferentes e não o que elas são.”





Postar um comentário

0 Comentários