Livros de Harry Potter são proibidos em livraria para tornar espaço seguro entenda porque

Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Livros de Harry Potter são proibidos em livraria para tornar espaço seguro entenda porque


Um livraria em Maylands, na Austrália, decidiu tomar uma decisão quanto às obras de J.K. Rowling, os famosos livros do Harry Potter. 

Após os polémicos tweets da escritora que em vez da palavra 'mulher', optou por escrever "pessoas que menstruam", causando revolta na comunidade transexual, a livraria eliminou as cópias dos livros da autora para tornar aquele espaço "seguro". 

"Não vamos ter em stock novos livros de J.K. Rowling e não vamos manter os livros de Robert Galbraith (seu pseudónimo para romances policiais) nas prateleiras", começou por explicar a livraria. 

"Embora não vendamos muitos, vamos eliminar os livros de Harry Potter também. Sabemos que significa muito para muitas pessoas e que muitas vezes desejam compartilhá-los com os jovens das suas vidas. Ficaremos sempre felizes em encomendá-los para vocês, como acontece com qualquer livro que não tenhamos em stock", acrescentam afirmando que o dinheiro adquirido com estes livros em particular será doado à Transfolkofwa, uma organização sem fins lucrativos a favor da comunidade trans.

A decisão chamou à atenção muitos usuários do Facebook, mas terá sido entretanto removida, avança o jornal britânico Mirror.


Postar um comentário

0 Comentários