Por que '13 Reasons Why' não vai deixar saudades

Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

Por que '13 Reasons Why' não vai deixar saudades


A Netflix liberou Sexta Feira a quarta e última!— temporada de "13 Reasons Why". Mas se você não está lá muito animado para maratonar os dez episódios, não se sinta culpado: para muita gente, a série não vai deixar nem um pouco de saudades, e tem muitos motivos para isso.

NÓS ASSISTIMOS E PODEMOS DIZER VALE SIM A PENA CONCLUIR A ÚLTIMA TEMPORADA.

Devia ter acabado antes?
A primeira temporada da série funcionava, na verdade, como uma minissérie, com começo, meio e fim. Era a história de Hannah Baker e das 13 fitas que ela deixou após sua morte, e ela foi muito bem contada: era instigante, dramática e comovente (polêmicas à parte, já que vamos falar delas depois).

Polêmicas ofuscaram a história...
"13 Reasons" foi controversa desde o começo, por causa das cenas explícitas que mostravam o estupro e o suicídio de Hannah. O que era um fenômeno de público logo virou um debate sobre a responsabilidade (ou irresponsabilidade, no caso) de séries e filmes ao falarem de suicídio, o que não foi exatamente bom para a divulgação da produção.

A Netflix foi duramente criticada por psicólogos e teve de colocar avisos de gatilho antes da série e de episódios específicos. A cena da morte de Hannah só foi retirada dois anos depois, em 2019.

...e não pararam
Depois da primeira temporada, a série do showrunner Brian Yorkey podia ter dado um tempo das polêmicas. Podia, mas não deu.

A segunda temporada trouxe outro estupro quase explícito, o de Tyler, e ainda quase transformou o garoto em um atirador escolar, uma abordagem também muito criticada por especialistas —o que, mais uma vez, acabou tomando mais destaque do que o resto da história. Não é exatamente o que você quer que as pessoas falem sobre a sua série, né?

Que história, mesmo?

"13 Reasons Why" deu tantas voltas que acabou, em muitos momentos, se contradizendo e aproveitando mal muito de seus personagens, como Zach, que teve um papel bem ingrato na quarta temporada. E nem vamos falar de certas mortes...

E a gente sabe que série adolescente precisa ter drama, mas "13 Reasons Why" jogou tanta desgraça na cabeça dos estudantes da Liberty High.

E a saúde mental?

Talvez este seja o maior problema da série: embora ela tenha uma ótima intenção e passe algumas boas mensagens, ela não deu a importância que deveria ter dado à questão da saúde mental, como se propôs.

O primeiro terapeuta a aparecer de forma recorrente na série surgiu só na última temporada, apesar de todos os personagens do elenco principal estarem sempre enfrentando eventos traumáticos. A falta de acesso à saúde mental é uma questão séria que está ligada a aspectos sociais, culturais e econômicas, mas nem isso foi debatido na série. Foi uma oportunidade perdida.

Postar um comentário

0 Comentários