Header Ads Widget

Agora

6/recent/ticker-posts

J.K. Rowling, autora de Harry Potter, tem interesse na criptomoeda Bitcoin

Em uma corrente de tweets, Leigh Cuen, repórter do CoinDesk, disse: “O sinal mais bullish que vi durante toda a semana é uma romancista mainstream (que eu não vou citar, mas ela é tããão boa e não é do tipo scifi) me mandou um ping (não solicitado!) para perguntar sobre bitcoin.”

A tal “novelista” logo deu as caras nos comentários, e não era nada mais nada menos que J.K. Rowling, a principal escritora da franquia Harry Potter.

"Não entendo bitcoin. Por favor, explique para mim.”
Como explicar para J.K. Rowling o que é Bitcoin?
Por conta da escritora ser assumidamente absolutamente leiga no assunto, deveríamos pegar os temas mais básicos possíveis e começar por lá.

Primeiro de tudo: o Bitcoin é uma moeda digital, criada pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto em 2009.

Desde então, foi ficando cada vez mais famosa e passou a ser adotada para várias funções: desde uma hedge (um ativo econômico que te protege da inflação), até uma própria moeda universal, aceita em lojas comuns (físicas e virtuais) em todo o mundo.

“Ela traz liberdade às pessoas, assim como a meia de Harry Potter trouxe ao Dobby.”

Além disso, o Bitcoin foi a primeira moeda moderna que não é centralizada por Bancos Centrais e governos: não pode ser confiscada ou inflada.

“Magos ainda precisam confiar no Banco de Gringotts

O Bitcoin conserta esse problema.”

Tweet do @Bitcoin
Imagine quando ela descobrir que a criptomoeda Grin usa todo o folclore de Harry Potter para nomear suas tecnologias inovadoras.

Postar um comentário

0 Comentários